Passada a ansiedade da estreia, agora o pensamento é na continuidade. O volante Bruno Gomes garante estar preparado para ser acionado pelo técnico Gustavo Morínigo nos próximos jogos do Coritiba no Brasileirão.

O jogador fez a sua estreia na vitória sobre o Cuiabá, na última rodada, quando atuou por 70 minutos no Couto Pereira. Ele entrou aos 25 minutos do primeiro tempo, no lugar de Val, e teve boa atuação.

"Me senti muito melhor do que eu estava achando. Estou me sentindo bem e pronto. Quero ser uma opção do treinador, se tiver que jogar o jogo inteiro ou um tempo. Estou me sentindo bem, quero estar como opção para ele contar comigo no que for", disse o jogador em entrevista coletiva.

Emprestado pelo Internacional até o final da temporada -, com opção de renovação até 2023, o atleta não escondeu a ansiedade em disputar a sua primeira partida com a camisa do Coxa.

"Estava muito ansioso para jogar, mas não fiquei nervoso. Claro que não é fácil depois de tanto tempo sem jogar, mas foi uma partida que me trouxe confiança, que eu estava precisando. Estava em dúvida se eu ia para o jogo ou não, mas eu fiz também uma força grande para poder ir. Não esperava entrar no primeiro tempo, mas acredito que fiz um bom jogo e pude ajudar. Sabia que era um jogo importante, um confronto direto, que decidia pelo que vamos brigar. Demos um passo importante ganhando, e agora conseguimos olhar pra cima da tabela".

+ Confira a tabela completa do Brasileirão!

Bruno não jogava desde março - e com o Colorado disputou apenas um jogo, por conta de lesão.

"A lesão lá (no cotoveo) me prendeu muito, infelizmente eu quebrei. Fiquei um tempo parado, você perde o ritmo, o Mano (Menezes) chegou e foi criando a equipe dele. Quando voltei, a equipe já estava formada e ganhando as partidas. É difícil de entrar quando o time está bem", avaliou.

Bruno Gomes conversou com Andrey, ex-companheiro de Vasco

Mas agora o pensamento está no Coritiba. Animado com a oportunidade, o volante disse que consultou Andrey, com quem tinha jogado no Vasco. Andrey, que era titular absoluto, teve uma série lesão no joelho e não joga mais na temporada.

"Quando veio o convite do Coritiba, eu não pensei duas vezes. O Andrey foi o primeiro a me avisar e não tinha como recusar. Quando o René (Simões) me ligou, eu já tinha certeza que queria vir e pedi para que fosse tudo resolvido o mais rápido possível. Resolveram rápido e eu consegui chegar jogando".

Bruno também falou sobre a responsabilidade e a missão de ser um dos candidatos a substituir um dos principais destaques da equipe alviverde.

"Ele me ligou e falou: 'Se tu tiver que pensar, pode vir de olho fechado, pode vir'. Falou bem da torcida, do CT, dos jogadores, que é um ótimo clube. Esperei as conversas, o René me pasou bastante confiança. Sei que ele estava fazendo um grande ano aqui, fiquei muito triste quando soube da lesão dele, é um cara que merece. Quando me perguntavam, eu sempre falei que ele era meu ídolo, vi no profissional e queria jogar como ele. É uma honra ele me dar o moral que me deu. Fiquei muito feliz. E torcer para ele voltar logo, porque eu não quero substituí-lo. O meu desejo mesmo é jogar junto com ele".

O jogador ainda falou sobre a disputa do segundo turno. Depois de um bom começo, o Coxa caiu muito de produção, chegou a figurar na zona de rebaixamento na 19ª rodada, mas conseguiu vencer o Cuiabá (1 a 0) e respirar mais aliviado.

"O principal é não chegar nem perto de entrar na zona de rebaixamento. É olhar pra cima. O jogo do Goiás é um jogo importante, se a gente ganhar já dá um pulo, o campeonato ali no meio está bem embolado, agora que a gente tem que aproveitar. Nessa fase decide muito. A gente está olhando mais para cima do que pensando para baixo. Se a gente focar nos reforços que chegaram, e também pelo estilo de jogo do time, que está começando a se encaixar cada vez mais, acho sim que dá para brigar por uma Sul-Americana e almejar por coisas maiores do que brigar (pelo rebaixamento). É um confronto direto, que vai decidir muito. É não deixar escapar. Essa vitória vai nos ajudar muito no campeonato".

O Coritiba volta a campo neste sábado (30), contra o Goiás, na primeira rodada do segundo turno do Brasileirão. O jogo está marcado para as 16h30, na Serrinha. O Coxa ainda não venceu nenhuma partida como visitante no campeonato.

Participe da conversa!
0