Foi no sufoco, mas o Coritiba bateu o Operário e está na terceira fase da Copa do Brasil. A classificação veio somente aos 47 minutos do segundo tempo, quando a disputa partia para os pênaltis, mas o garoto Luiz Henrique, que veio do banco, deu a vitória para o Coxa, que contou com dois gols de Léo Gamalho.

Com o triunfo, o Alviverde garantiu mais R$ 1,7 milhão de premiação do torneio e agora aguarda quem será seu adversário, uma vez que nesta fase os duelos serão sorteados novamente, contando com os times da Libertadores, mais Athletico, Chapecoense, Ceará e Brasiliense.

+ Confira como foi Coritiba x Operário no Tempo Real!

O jogo começou com o Operário com mais posse de bola, mas com passes na intermediária, sem muita efetividade. Já o Coritiba era mais objetivo. Quando recuperava a bola, ia para cima, mas sem conseguir finalizar de fato.

Quando o Coxa já tinha assumido as rédeas da partida, pressionava e rondava a área de Simão, principalmente com jogadas pela esquerda, com Romário e Rafinha. Só que no contra-ataque viu o Fantasma abrir o placar. Aos 27, Jean Carlo recebeu na área pela esquerda e chutou cruzado. A bola desviou na defesa e morreu no fundo das redes.

Mas nem deu tempo de lamentar. Três minutos depois, em jogada de velocidade e cruzamento pela esquerda, Léo Gamalho ficou com a sobra para chutar, no canto de Simão, e deixar tudo igual em Joinville.

Depois dos gols, o jogo melhorou seu ritmo, com os times indo para cima e também nas dividas. Só nos 45 minutos iniciais foram cinco amarelos distribuídos.

Duelo foi pegado em Joinville, com muitas faltas e cartões.
Duelo foi pegado em Joinville, com muitas faltas e cartões.| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois Esportes

No segundo tempo o clima continuou pegado, com várias faltas cometidas pelos atletas e pouca ação ofensiva. A grande chance da metade final foi logo aos oito minutos, quando Wilson se esticou todo para defender um chute de fora da área de Ricardo Bueno.

Até que, aos 26, Val cruzou na área e Léo Gamalho subiu sozinho e cabeceou. Simão segurou a bola, mas deu alguns passos para trás, parando com os pés dentro do gol, com a bola na linha, mas o árbitro assinalou o gol para o Coritiba.

Mas, assim como na primeira etapa, logo depois do gol, veio outro. Aos 29, Tomás Bastos cobrou falta com perfeição e mandou no ângulo de Wilson, que nem se mexeu, colocando o Operário no jogo outra vez.

Quando o jogo parecia que ia para os pênaltis, o Coxa conseguiu o gol da classificação. Aos 47, após cruzamento na área, Luiz Henrique, que entrou no final da partida, subiu entre os marcadores e mandou no contrapé do goleiro, selando a vitória alviverde.

Luiz Henrique comemora o gol do Coritiba contra o Operário
Luiz Henrique entrou no segundo tempo e marcou o gol da classificação do Coritiba.| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois Esportes

Ficha técnica

COPA DO BRASIL
2ª fase
06/04/2021

CORITIBA 3x2 OPERÁRIO

Coritiba
Wilson; Natanael (Igor), Wellington Carvalho, Luciano Castán e Romário; Willian Farias, Val e Rafinha (Robinho); Waguininho (Cerutti), Igor Paixão (Luiz Henrique) e Léo Gamalho.
Técnico: Gustavo Morínigo

Operário
Simão; Alex Silva (Fabio Alemão), Bonfim, Léo Rigo e Djalma Silva (Leandrinho); Leandro Vilela, Marcelo (Schumacher) e Felipe Garcia (Tomás Bastos); Jean Carlo (Fabiano), Ricardo Bueno e Rafael Oller.
Técnico: Matheus Costa

Local: Arena Joinville (Joinville-SC)
Árbitro: Andrey da Silva E Silva (PA)
Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias (PA) e Luis Diego Nascimento Lopes (PA)
Gols: Jean Carlo, 27, Léo Gamalho, 30 do 1º; Léo Gamalho, 26, Tomás Bastos, 29, Luiz Henrique, 47 do 2º
Cartões amarelos: Waguininho, Rafinha, Val, Natanael (COR); Bonfim, Jean Carlo, Marcelo, Tomás Bastos, Fabiano (OPE)

Participe da conversa!
0