Coritiba
Finanças

Coritiba tem maior superávit da história e redução da dívida; veja os números

Por
Fernando Rudnick
31/03/2023 17:14 - Atualizado: 04/10/2023 22:48
Coritiba registrou superávit histórico.
Coritiba registrou superávit histórico.

O Coritiba registrou em 2022 o maior superávit de sua história. O resultado de R$ 60,7 milhões foi apresentado nessa quinta-feira (30) em reunião no Conselho Deliberativo e estará no balanço anual do clube, que sai nos próximos dias.

A venda do atacante Igor Paixão e o processo de Recuperação Judicial do clube, que renegociou as principais dívidas, são os grandes responsáveis pelo número positivo.

O jogador foi negociado em agosto por 8 milhões de euros (R$ 41,6 milhões na época) com o Feyenoord, da Holanda. O Coxa permaneceu com 20% dos direitos econômicos.

É a segunda vez desde 2008 que o clube registra superávit. A primeira foi justamente no ano passado, quando teve saldo positivo de R$ 3,8 milhões.

De acordo com a diretoria alviverde, houve também redução de aproximadamente R$ 15 milhões na dívida total. Como no último balanço ela era de R$ 268 milhões, agora está na casa de R$ 253 milhões.

Histórico

O resultado de 2022 é importante pois mostra uma sequência positiva inédita no resultado financeiro coxa-branca. Nunca houve dois superávits seguidos na história do clube.

Antes do balanço de 2022 (que se refere ao ano fiscal de 2021) o último superávit havia sido em 2008, quando o caixa fechou positivo em R$ 1 milhão.

Desde então, o Alviverde vinha acumulando perdas seguidas. Foram R$ 9 milhões (2009), R$ 13 milhões (2010), R$ 11,9 milhões (2011), R$ 8,1 milhões (2012) e R$ 6,6 milhões (2013).

Em 2014, o clube registrou déficit de R$ 42,8 milhões, montante que por pouco não superou os cinco anos anteriores somados. Depois, o Coritiba passou a diminuir as perdas de maneira escalonada. Foram R$ 15,7 milhões (2015), R$ 11 milhões (2016), R$ 8,7 milhões (2017) e R$ 2,6 milhões (2018).

Essa tendência parou em 2019, quando o Coxa fechou o ano devendo R$ 50,4 milhões, número impactado principalmente pela perda significativa de receita com direitos de televisão por causa do rebaixamento (de R$ 58,9 milhões, em 2018, para apenas R$ 15,3 milhões no ano seguinte).

Em 2020, ano do início da pandemia de Covid-19, já novamente com receitas de Série A, o Coxa conseguiu reduzir o déficit anual para a casa de R$ 22,2 milhões.

Veja também:
Grêmio x Cuiabá: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Grêmio x Cuiabá: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Fluminense x Vasco: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Fluminense x Vasco: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Mercado da bola: veja as novidades desta sexta-feira (19)
Mercado da bola: veja as novidades desta sexta-feira (19)
Atlético-MG x Cruzeiro: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Atlético-MG x Cruzeiro: escalações prováveis, como assistir, data e horário
participe da conversa
compartilhe
Encontrou algo errado na matéria?
Avise-nos
+ Notícias sobre Coritiba
Coritiba abre venda de ingressos para primeiro jogo da Série B no Couto; veja preços
Em casa

Coritiba abre venda de ingressos para primeiro jogo da Série B no Couto; veja preços

Destacado por jornal espanhol, capitão na base: conheça o novo lateral do Coritiba
Reforço

Destacado por jornal espanhol, capitão na base: conheça o novo lateral do Coritiba

Coritiba estreia e Athletico levou choque de realidade
Opinião

Coritiba estreia e Athletico levou choque de realidade