O Coritiba precisa quebrar uma escrita de dez anos para derrotar o Atlético-GO neste sábado (21), às 16h30, no Antônio Accioly, pela sétima rodada do Brasileirão. Em Goiânia, o Coxa não vence desde 2012 e acumula o retrospecto ruim diante do Dragão.

A última vitória aconteceu no Brasileirão de 2012, por 2 a 1, com direito a um lance raro. O primeiro gol foi marcado pelo meia Robinho, logo aos 26 segundos de jogo. Assim como o camisa 20, o volante Willian é outro nome do atual elenco que estava em campo na partida.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão e os próximos jogos de Coritiba e Atlético-GO

Mas o desempenho como visitante costuma ser ruim contra os goianos. Dos últimos 12 pontos disputados, o Alviverde somou apenas um, no empate por 1 a 1 pela Série B de 2019. O time foi derrotado em 2017 e 2018 (ambos por 1 a 0) e também no ano passado, por 3 a 1.

Ao todo, os paranaenses perderam cinco jogos, empataram dois e venceram outras duas vezes quando enfrentaram o Atlético-GO na capital de Goiás.

Para o confronto deste sábado, a principal novidade é o retorno do atacante Igor Paixão, recuperado de lesão muscular na coxa.

O time do técnico Gustavo Morínigo faz o último treino na tarde desta sexta-feira (20), quando define a escalação para tentar a primeira vitória fora de casa na Série A.

O provável Coritiba tem Muralha; Matheus Alexandre, Henrique, Castán e Egídio (Biro); Willian, Andrey e Robinho (Régis); Igor Paixão, Alef Manga e Léo Gamalho.

Participe da conversa!
0