O Coritiba lançou o seu próprio Fan Token: é o "Coritiba Token - Piás do Couto". O projeto é realizado em parceria com a empresa Liqi, plataforma de tokenização de ativos digitais.

Ao todo, o Coritiba colocará à venda 33 mil Fan Tokens, com o preço de R$ 17,50 cada unidade. Quem adquirir o Coritiba Token - Piás do Couto terá direito a uma parte do dinheiro que o clube irá receber através do Mecanismo de Solidariedade da Fifa com a venda de jogadores formados na base do clube, dentro dos próximos cinco anos.

Ao todo, foram avaliados 216 atletas pela Pluri Consultoria, entre eles Matheus Cunha, Igor Jesus e Yan Couto, que prevê um retorno para o clube de R$ 10 milhões nos próximos cinco anos com o Mecanismo de Solidariedade da Fifa pela venda de atletas que foram formados no Couto Pereira.

A compra dos ativos é feita diretamente na plataforma da Liqi, onde estão disponíveis todas as informações sobre lucros, riscos e valor de investimento do projeto.

Mas o que é um Fan Token?

O Fan Token é um tipo de ativo digital que está se popularizando no mundo dos esportes, principalmente entre os clubes de futebol do mundo inteiro, que estão lançando seus próprios tokens. Outros clubes brasileiros, como Corinthians e Atlético-MG já lançaram ativos próprios.

Mas embora o Fan Token se enquadre como uma criptomoeda (ativo digital), ele não tem a mesma finalidade que o Bitcoin, por exemplo. A finalidade do Fan Token não é realizar transações como pagamentos ou gerar valorização financeira.

Na realidade, o Fan Token é um produto ofertado pelo clubes onde o torcedor terá direitos específicos, que variam de acordo do que é oferecido pelo token de cada time.

No caso do Coritiba, o Fan Token irá dar benefício financeiro porque essa é a proposta que o clube oferece aos compradores. O projeto envolve em recompensar os donos dos tokens com parte do dinheiro que o Coxa irá receber nos próximos cinco anos pelo Mecanismo de Solidariedade da Fifa com a venda de jogadores formados no clube.

Participe da conversa!
0