Pai do ídolo Alex, Adenir Rodrigues de Sousa morreu na última quinta-feira (9), em Curitiba, aos 67 anos, em decorrência de um câncer no pâncreas.

A morte de seu Adenir gerou consternação e pesar no futebol brasileiro.

"O Coritiba recebe, com imensa tristeza e pesar, a notícia do falecimento de Adenir Rodrigues de Sousa, pai do nosso grande ídolo Alex. Lamentamos profundamente o ocorrido e desejamos, aos familiares e amigos, muita força neste momento de dor. Sintam-se abraçados pela nação coxa-branca", disse o Coxa.

Outros clubes também se manifestaram. O São Paulo, clube em que Alex trabalha como técnico do time-sub-20, divulgou nota de pesar. "O São Paulo lamenta e se solidariza com o técnico do time sub-20, Alex, pelo falecimento de seu pai. Força para o nosso treinador e família".

Clubes em que Alex foi ídolo se manifestam

O Palmeiras, onde Alex foi ídolo e atuou entre 1997 e 1999, também prestou homenagem. "Lamentamos profundamente e prestamos nossas condolências aos familiares e amigos neste momento de dor".

O Cruzeiro, onde Alex também obteve destaque, postou: "Que nosso craque esteja fortalecido com sua família e recebam o abraço amoroso de todos nós cruzeirenses".

Por fim, o Fenerbahçe, da Turquia, em que Alex obteve status de grande ídolo e tem uma estátua em sua homenagem, também se manifestou. "Compartilhamos a dor de Alex e de toda a família Souza com nossos mais profundos sentimentos, desejamos a misericórdia de Deus para Adenir Rodrigues de Souza".

O próprio Alex agradeceu a solidariedade. "Muito obrigado, vamos buscar equilíbrio e seguir. Seguindo sempre em busca da luz", escreveu no Twitter.

Participe da conversa!
0