Com um segundo tempo avassalador, o Coritiba venceu o Operário por 3 a 1, na noite desta quarta-feira (3), no Couto Pereira, pela 33ª rodada da Série B. Os gols foram de Luciano Castán, Waguininho e Léo Gamalho. Felipe Garcia descontou para o Fantasma.

O resultado mantém o Coxa na liderança, agora com 61 pontos, e deixa o time mais perto do acesso. Faltando apenas cinco rodadas para o fim da Série B, a equipe de Gustavo Morínigo precisa de apenas uma vitória para atingir número mágico de 64 pontos. Um passo da sonhada Série A.

A distância do Alviverde para o quinto colocado, hoje o CSA, é de dez pontos. O CRB, sexto colocado, ainda joga na rodada e pode assumir a quinta posição e diminuir a vantagem coxa-branca para sete pontos.

+ Confira a classificação completa da Série B e os próximos jogos de Coritiba e Operário

O Coxa tenta confirmar a subida já diante do Náutico no sábado (6), às 16h15, nos Aflitos. Já o Operário está na 12ª posição, com 41 pontos, e tenta a recuperação no Germano Krüger contra o Goiás, também no sábado (6), às 19h.

Jogo movimentado, mas placar zerado

Com o apoio de mais de 16 mil torcedores, o Coritiba queria ficar mais perto do acesso e conseguiu. Em campo, porém, foi o Operário quem começou assustando. Primeiro, Thomaz arriscou de fora e mandou a bola à direita de Wilson. Na segunda chance, Rafael Longuine chutou e fez o goleiro coxa-branca trabalhar.

A resposta foi com Rafinha de longe, mas a bola foi direto para fora. Depois de início ruim, o Coxa começou a entrar na partida e chegou com perigo em bolas paradas. Em uma delas, aos 40, após cobrança de falta, Léo Gamalho desviou de cabeça, o goleiro Thiago Braga defendeu e, no rebote, Henrique mandou para as redes. Porém, o zagueiro estava em posição de impedimento.

O gol foi anulado com auxílio do árbitro de vídeo. Antes do fim do primeiro tempo, Igor Paixão teve ótima chance individual, que o goleiro do Operário salvou.

Etapa final avassaladora do Coritiba e três gols em menos de 12 minutos

Se não conseguiu marcar no primeiro tempo, na etapa final o Coxa marcou três gols antes dos 12 minutos. Logo aos dois, após cobrança de escanteio, Luciano Castán subiu alto e abriu o placar de cabeça. O gol desorganizou o Operário, que levou o segundo aos sete'. Léo Gamalho serviu Waguininho, que bateu cruzado para ampliar.

Luciano Castán marcou o primeiro gol do Coriitiba contra o Operário
Luciano Castán abriu o placar no Couto.| Albari Rosa/Foto Digital/UmDois Esportes

O terceiro veio aos 11. Léo Gamalho recebeu na entrada da área e mandou um chutaço para furar novamente a rede do Fantasma. Foi o 15º gol dele na Série B, que segue na vice-artilharia.

O Operário conseguiu descontar com Felipe Garcia de cabeça, mas foi só. O Coritiba construiu o placar, até deu mais espaços ao Fantasma, mas confirmou a vitória com festa no Couto Pereira. A torcida coxa-branca bateu recorde após a volta do público aos estádios, com 16.886 pagantes (17.343 total).

Participe da conversa!
0