Em reunião nesta terça-feira (24), a Comissão Eleitoral do Coritiba definiu, junto com as três chapas inscritas, que as eleições serão presenciais, mas com um sistema drive-thru preferencial para sócios idosos ou com comorbidades. O pleito está confirmado para 12 de dezembro, no Couto Pereira.

A medida foi tomada como precaução à pandemia de Covid-19, doença que tem registrado recordes de transmissão em Curitiba nos últimos dias. No sistema drive-thru, os sócios registram o voto sem a necessidade de sair do carro.

Tabela e classificação do Brasileirão

Na semana passada, a chapa Coritiba Ideal, liderada por Renato Follador, protocolou pedido de eleições mistas, com possibilidade de votação por meio de aplicativo de celular.

Os grupos Coritiba Responsável, do atual presidente, Samir Namur, e União Coxa, do médico João Carlos Vialle, se posicionaram contra. O principal motivo alegado é que a base de dados do clube está desatualizada, incluindo nomes de falecidos, e isso poderia gerar problemas no processo eleitoral.

Como qualquer mudança exige, obrigatoriamente, unanimidade, a eleição com uso de aplicativo foi descartada.

Como funcionará o drive-thru da eleição do Coritiba

De acordo com o presidente do Conselho Deliberativo e da Comissão Eleitoral, Marcelo Licheski, os sócios que quiserem votar no sistema de drive-thru precisarão se cadastrar no site oficial coxa-branca até 7 de dezembro.

"Preferencialmente para pessoas de grupo de risco, mas vamos abrir para os demais que se inscreverem também", diz Licheski.

O local da votação deve acontecer no estacionamento da antiga churrascaria, com acesso pela Rua Ubaldino do Amaral. Porém, se houver necessidade, o clube pode abrir outros locais de drive-thru, na entradas das Ruas Amâncio Moro, Mauá/21 de Abril.

Participe da conversa!
0