O rebaixamento é cada vez mais real para o Coritiba. Em confronto direto com um rival que também luta contra a queda, o Coxa mostrou apatia no segundo tempo e tomou a virada do Botafogo neste sábado (19), no Couto Pereira, pela 26ª rodada do Brasileirão.

Neilton marcou na primeira etapa e Pablo Thomaz ainda perdeu chance para ampliar. Mas o atacante Pedro Raul, duas vezes – uma delas em pênalti anotado pelo VAR –, mudou o cenário após uma blitz alvinegra e fechou o placar em 2 a 1 para os visitantes.

A virada aconteceu em apenas sete minutos, aos 29 e 36, logo depois do técnico interino Pachequinho tirar o meia Giovanni Augusto, o principal armador da equipe.

Nos acréscimos, o drama coxa-branca ficou ainda maior quando o zagueiro Sabino perdeu pênalti.

Tabela e classificação do Brasileirão

Com o resultado, Alviverde foi ultrapassado pelos cariocas, comandados por Eduardo Barroca, treinador demitido pelo Coritiba em agosto. O Fogão não vencia há dez partidas no Brasileirão – 12 contado a Copa do Brasil.

O Coxa permanece com 21 pontos, agora na 19ª colocação, enquanto viu o adversário chegar a 23. O time paranaense aumentou seu jejum de triunfos para sete duelos. Os últimos três pontos vieram em 31 de outubro, diante do Atlético-GO.

Caso o Goiás vença o Corinthians na segunda-feira (21), o Coxa será o lanterna da competição.

Veja como foi o jogo entre Coritiba e Botafogo

Bahia e Athletico, os primeiros times fora da área de risco, somam 28 pontos, mas ainda jogam na 26ª rodada do Brasileirão. O Sport, que também entrou em campo no sábado, tem 29.

Na próxima rodada, o Alviverde encara o Atlético-MG, fora de casa. O jogo é no sábado (26), às 17h. Depois, a equipe faz mais três confrontos diretos seguidos: Goiás e Athletico, no Couto, e Vasco, no Rio de Janeiro.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
26ª RODADA
19/12/2020

CORITIBA 1x2 BOTAFOGO

Coritiba: Wilson; Jonathan (Maílton), Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Matheus Galdezani (Hugo Moura) e Giovanni Augusto (Mattheus Oliveira); Rafinha, Neilton (Yan Sasse) e Pablo Thomaz (Robson). Técnico: Pachequinho.

Botafogo: Diego Cavalieri; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu e Rafael Forster; Zé Welisson (Babi), Caio Alexandre, Honda (Cícero) e Warley (Lecaros); Kalou (Rhuan) e Pedro Raul. Técnico: Eduardo Barroca.

Local: Couto Pereira.
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP).
Assistentes: Neuza Inês Back (Fifa/SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Gols: Neilton (CFC) aos 28' do 1ºT; Pedro Raul aos 29' e 37' do 2ºT
Cartões amarelos: Kanu, Marcelo Benevenuto (BOT); Maílton, Matheus Galdezani, Matheus Sales (CFC)

Participe da conversa!
0