Com dois gols do atacante Kaio e um do meia Jean, o Coritiba venceu o Nacional-SP por 3 a 1, na tarde desta terça-feira (11), no estádio Nicolau Alayon, em São Paulo, garantiu a liderança do Grupo 32 e a classificação para a próxima fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O Coxa enfrentará o Juventus-SP na segunda fase da competição, já no formato mata-mata. O Nacional foi eliminado.

A equipe alviverde entrou em campo pressionada, após o Real Brasília vencer o Capivariano na outra partida do dia, embolando o grupo. Aos 7, o Coxa tomou um susto. Após bonita bicicleta de Machado, o goleiro Sidnei fez uma defesa à queima-roupa (veja o lance abaixo).

Logo aos 15, entretanto, o Coritiba abriu o placar. O atacante Kaio aproveitou rebote do goleiro Gustavo Cabral e mandou para as redes. Três minutos depois, o mesmo Kaio anotou uma pintura: ele recebeu pela esquerda e, de fora da área, soltou uma pancada no ângulo, ampliando.

Os gols deram tranquilidade ao time alviverde, enquanto o Nacional vinha para cima, para tentar evitar a eliminação. Em duas oportunidades o meia Léo Santos acertou a trave alviverde, aos 31 e aos 39.

Coritiba x Nacional: segundo tempo eletrizante

Se perdesse por apenas um gol de diferença, o Nacional se classificaria. E a equipe paulista voltou pressionando no segundo tempo. O atacante Machado teve três chances nos cinco primeiros minutos, mas desperdiçou. A partir daí o Coritiba voltou a equilibrar as ações.

Quando o Nacional chegava, o goleiro Sidnei praticava boas intervenções. Aos 24, Léo Santos acertou a trave pela terceira vez na partida e ficou desolado. Aos 39, Jean cobrou falta na barreira. Ele próprio pegou o rebote e ampliou para o Coxa.

O Nacional ainda teve tempo de descontar com Kaike, aos 42. Aos 44, Machado cabeceou livre pra fora a chance de classificação paulista. Os minutos finais ainda foram eletrizantes, com pressão dos donos da casa.

Com o triunfo por 3 a 1, o Coritiba se classificou na primeira posição, com seis pontos. Já o Real Brasília avançou como segundo colocado do grupo, com quatro pontos, levando a vantagem sobre o Nacional no saldo de gols.

Participe da conversa!
0