Coritiba

Cléber Arado segue internado com Covid-19: “Quadro muito grave e delicado”, diz esposa

Cléber Arado segue internado com Covid-19: “Quadro muito grave e delicado”, diz esposa
| Foto: Reprodução/Coritiba
  • Por Fernando Rudnick
  • 18/12/2020 14:42

O ex-jogador Cléber Arado, ídolo do Coritiba, permanece internado em estado grave por causa de complicações da Covid-19. Nesta sexta-feira (18), ele completa 19 dias na UTI do Hospital Reabilitação, em Curitiba.

Cléber, de 48 anos, está entubado desde 6 de dezembro e tem os pulmões comprometidos. O coração e os rins, por outro lado, não foram afetados. Sedado, ele está em posição prona (de barriga para baixo), técnica utilizada no combate doença.

Em mensagem no Facebook, a esposa do ex-atacante, Sol Sene, disse nesta sexta-feira (18) que o quadro é grave e muito delicado.

"Seguimos em oração e aguardando o milagre que Deus irá operar na vida do Cléber. A luta está sendo árdua, porém temos certeza de uma vitória. Temos muita fé, a família e amigos seguem firmes em orações. Agradecemos a cada gesto de carinho e orações, pedimos para que continuem acreditando e orando pela recuperação dele.Vamos espalhar energia boa para que ele receba tudo isso e tenha forças para reagir e continuar lutando, coisa que ele tem feito bravamente".

Natural de São José o Rio Preto-SP, o Cléber Arado jogou no Coritiba entre 1997 e 2000, com 45 gols em 85 partidas. Entre as duas passagens, atuou rapidamente pelo Mérida, da Espanha.

Com a camisa do Coxa, o atacante foi campeão paranaense em 1999, encerrando um jejum de dez anos do clube sem título. Seus gols, aliados à raça e disposição mostradas em campo, o transformaram rapidamente em uma referência para a torcida.

Revelado pelo América-SP, Arado também defendeu Guarani, Paulista, Avaí, e Portuguesa, Mogi Mirim, e Kyoto Purple, do Japão.

O ídolo coxa-branca voltou a morar em Curitiba em 2014. Atualmente, ele é dono de uma casa de eventos.

Participe da conversa!
0

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.