Quando se fala de Fluminense e de 2009, o torcedor do Coritiba não gosta de relembrar. Afinal, com o empate em 1 a 1 no Couto Pereira diante do time carioca, o Coxa acabou rebaixado para a Série B. No entanto, aquele Fluminense pode servir de inspiração para o Alviverde pouco mais de 11 anos depois.

Naquela temporada, na 29ª rodada, a equipe carioca vivia uma situação quase tão complicada quanto à do Alviverde atualmente. O Tricolor era o lanterna do Brasileirão, com 25 pontos, sete a menos que o Botafogo, o 16º naquele momento.

As chances de rebaixamento do clube chegaram a 99%, A queda parecia ser algo inevitável. Só que o time emendou uma sequência de invencibilidade e vitórias e chegouà "decisão" com o Coritiba fora da ZR. Nas últimas nove partidas, foram seis vitórias e três empates, um aproveitamento de 77,7%, bem mais que os 58,7% que o campeão daquele ano, o Flamengo, teve ao longo da competição.

Pelo caminho, o Fluminense teve duelos complicados. Foram três confrontos contra candidatos ao título (empate em 2 a 2 com o Internacional e vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras, em casa, e vitória por 3 a 2 sobre o Cruzeiro, fora, depois de estar perdendo por 2 a 0), e três jogos contra concorrente diretos para fugir da degola (vitórias por 2 a 1 sobre o Athletico, em casa, vitória por 3 a 0 sobre o Sport, fora, e o empate com o Coritiba).

Ao término do Brasileirão, o Tricolor ficou com 46 pontos, culminando com a maior reação na reta final da era dos pontos corridos, escapando do rebaixamento.

Realidade do Coritiba é um pouco diferente do Fluminense

A situação do Coritiba tem suas semelhanças, mas também suas diferenças. A desvantagem para o 16º atualmente é um pouco maior, de dez pontos, além de ter uma pontuação mais baixa - 22, contra os 25 do Fluminense.

No entanto, se tiver os mesmos 77,7% de aproveitamento, chegaria a 43 pontos, o que pode ser suficiente para escapar da queda nesta temporada. Em 14 edições do Brasileirão com pontos corridos e 20 clubes, somente em seis um time que fez 43 pontos acabou rebaixado.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Como um comparativo, para chegar aos 43 pontos, o Fortaleza, que é o primeiro fora da ZR, com 32 pontos, teria que ter um aproveitamento de 40,7%, acima dos atuais 36,8%.

Sem contar que Coxa e Fortaleza ainda fazem um confronto direto lá na frente, pela 34ª rodada. O Alviverde, aliás, tem como adversários o Vasco, outro que briga para não cair, e São Paulo, Grêmio e Palmeiras, postulantes ao título, além de Fluminense, Santos, Ceará e Atlético-GO, que no momento brigam por Libertadores ou meio de tabela.

Participe da conversa!
0