Sem pontaria e sem "cabeça", o Coritiba perdeu para o Atlético-GO por 2 a 0 neste sábado (21), no Antônio Accioly, pela sétima rodada do Brasileirão. O Coxa até criou chances, mas não conseguiu balançar as redes.

Além disso, o time de Gustavo Morínigo pecou pela falta de intensidade. Para piorar, o clube perdeu Luciano Castán, Henrique expulsos. Definitivamente, uma tarde para esquecer em Goiânia.

O resultado deixa o Coritiba na sexta posição, com 10 pontos, mas com o risco de despencar na tabela no complemento da rodada. O Atlético-GO sobe apenas uma posição, do 19° para o 18° lugar.

O Alviverde, agora, terá mais uma semana livre. O próximo desafio será contra o Botafogo, no domingo que vem (29), às 16h, no Couto Pereira.

+ Confira os gols e fotos da partida entre Atlético-GO e Coritiba

Coritiba Robinho
Coritiba Robinho| Guilherme Griebeler/Coritiba

No duelo deste sábado (21), o Coritiba buscava a primeira dobradinha no Brasileirão para apagar qualquer resquício da derrota para o Avaí e, principalmente, da eliminação na Copa do Brasil. Já o Atlético-GO estreava o técnico Jorginho (ex-Coxa) e tentava sair da zona de rebaixamento.

Nesse cenário, os times protagonizaram um primeiro tempo equilibrado e aberto, com muitas chances de gol. Só Igor Paixão - de volta ao time após dois jogos fora - teve três chances claras antes dos 30 minutos, mas não aproveitou. Léo Gamalho também parou no goleiro Ronaldo.

Do lado oposto, o Dragão também criava lances de perigo, mas não dava muito trabalho a Alex Muralha por conta da falta de pontaria. A equipe goiana finalizou dez vezes até os 45, apenas uma delas na direção do gol. De tanto criar, porém, o Atlético-GO abriu o placar. Aos 46, Hayner cruzou rasteiro, e Jorginho bateu forte.

+ Confira a tabela completa do Brasileirão e os próximos jogos do Coritiba

Coritiba peca pela falta de pontaria
Coritiba peca pela falta de pontaria| Guilherme Griebeler/Coritiba

O Coxa voltou com a mesma escalação, mas com uma postura diferente no segundo tempo. O time de Gustavo Morínigo avançou a marcação, ganhou campo, encurralou o Atlético-GO e criou boas oportunidades. A finalização do zagueiro Henrique, por exemplo, parou na trave.

Para dar novo gás, o comandante alviverde colocou Guilherme Biro, Val e Fabrício Daniel. Depois, o treinador também acionou José Hugo e Adrián Martínez. O Coritiba, porém, não conseguiu manter o ritmo. O Dragão fechou os espaços e ganhou tempo a cada paralisação.

Para piorar, Henrique cometeu falta sobre Airton, que partia livre em direção ao gol, e recebeu o vermelho direto aos 41. O Coritiba sentiu a expulsão e levou o segundo gol. Airton bateu da entrada da área e acertou o cantinho. E, para fechar, Luciano Castán ainda cometeu falta dura e também levou o vermelho.

Coritiba fica na sexta posição, com 10 pontos
Coritiba fica na sexta posição, com 10 pontos| Guilherme Griebeler/Coritiba

Ficha técnica

Brasileirão
7ª rodada
21/05/2022


ATLÉTICO-GO 2x0 CORITIBA

Atlético-GO: Ronaldo; Hayner, Wanderson, Ramon e Jefferson; Edson Felipe, Marlon Freitas, Shaylon (Diego Churín) e Jorginho (Arthur Henrique); Luiz Fernando (Airton) e Wellington Rato (Edson Fernando). Técnico: Jorginho.

Coritiba: Alex Muralha; Matheus Alexandre, Henrique, Luciano Castán e Egídio (Guilherme Biro); Willian Farias, Andrey (Val) e Robinho (Adrián Martínez); Igor Paixão (José Hugo), Alef Manga (Fabrício Daniel) e Léo Gamalho. Técnico: Gustavo Morínigo.

Local: Estádio Antônio Accioly (Goiânia).
Gols: Jorginho, 46 do 1°; Airton, 44' do 2°.
Cartões amarelos: Hayner, Edson Felipe, Edson Fernando e Diego Churín (AGO); Alef Manga (CFC).
Cartões vermelhos: Henrique (CFC) e Luciano Castán (CFC)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (FIFA-SP).
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Luanderson Lima dos Santos (BA).
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (FIFA-SP)

Participe da conversa!
0