A seleção brasileira enfrentará Sérvia, Suíça e Camarões na primeira fase da Copa do Mundo de 2022. A estreia será contra a Sérvia, em 24 de novembro, uma quinta-feira. O segundo jogo será contra a Suíça, em 28 de novembro, uma segunda. E o terceiro, contra Camarões, em 2 de dezembro, uma sexta.

O que os comandados do técnico Tite enfrentarão no Grupo G? Confira, a seguir, destaques, campanhas, escalações e curiosidades dos adversários do Brasil.

+ Tabela da Copa do Mundo de 2022

Sérvia

A Sérvia chega na Copa embalada após uma campanha invicta nas Eliminatórias, com seis vitórias e dois empates. A equipe de Dragan Stojkovic, inclusive, terminou à frente de Portugal, que teve que encarar a repescagem para garantir a vaga no Mundial.

O atacante Mitrovic (Fulham), artilheiro da Sérvia nas Eliminatórias, é a principal esperança de gols. Os meias Savic (Lazio) e Tadic (Ajax) são outros destaques da equipe. Na Copa de 2018, o Brasil venceu a Sérvia por 2 a 0, com gols de Paulinho e Thiago Silva.

Brasil x Sérvia será em 24 de novembro, uma quinta-feira
Brasil x Sérvia será em 24 de novembro, uma quinta-feira| Divulgação/Sérvia

O time-base da Sérvia tem Rajkovic; Milenkovic (Nastasic), Veljkovic e Pavlovic; Zivkovic, Nemanja Gudelj, Lukic, Savic e Kostic; Tadic e Mitrovic (Vlahovic).

Suíça

Enquanto a Sérvia deixou Portugal para trás, a Suíça terminou na frente da Itália. A equipe de Murat Yakin conquistou cinco vitórias e três empates, com apenas dois gols sofridos. Ou seja, a Suíça não sofreu gol em seis dos oito jogos das Eliminatórias.

Apesar disso, o sistema defensivo não tem nenhum jogador famoso. O zagueiro Fabian Frei, por exemplo, joga no modesto Basel. Os meias Xakha (Arsenal), Shaqiri (ex-Bayern e Liverpool e hoje no Chicago Fire) e Zakaria (Juventus) são os destaques.

Brasil x Suíça será em 28 de novembro, uma segunda
Brasil x Suíça será em 28 de novembro, uma segunda| Divulgação/CBF

O time-base da Suíça tem Sommer; Silvan Widmer, Fabian Schar, Manuel Akanji e Ricardo Rodríguez; Freuler, Zakaria, Renato Steffen, Rubén Vargas e Shaqiri; Embolo (Noah Okafor).

Camarões

Camarões terminou na liderança do Grupo D das Eliminatórias Africanas, à frente de Costa do Marfim, Moçambique e Malawi. Depois, a equipe perdeu a ida para a Argélia por 1 a 0, mas venceu a volta por 2 a 1, com um gol no último lance da prorrogação.

Na Copa Africana de Nações, disputada em Camarões, a equipe perdeu para o Egito na semi e para Burkina Faso na disputa do terceiro lugar. Esse resultado provocou uma troca no comando, com a saída do português Toni Conceição e a chegada do camaronês Rigobert Song.

Brasil x Camarões será em 2 de dezembro, uma sexta-feira
Brasil x Camarões será em 2 de dezembro, uma sexta-feira| Divulgação/Camarões

No duelo com a Argélia, já com Song de técnico, Camarões teve André Onana; Ngadeu-Ngadjui, Oyongo, Collins Fai e Jean Castelletto; Gael Ondoua, Toki-Ekambi, Oum Gouet e Martin Hongla; Tawamba e Choupo-Moting.

Participe da conversa!
0