É normal que as notícias sobre o mundo do poker sejam mais focadas em grandes conquistas e prêmios exorbitantes. No entanto, por mais que ganhar muito dinheiro seja ótimo, o mais divertido do jogo não está nisso.

Siga o Resenha do Poker no Facebook

O melhor do poker está em como ele funciona para que amigos possam confraternizar nos famosos “home games”. Nestes jogos, o vencedor pode levar uma pequena quantia de dinheiro ou o perdedor pagar a pizza. Não é isso que faz a diferença e sim a possibilidade de passar um tempo com pessoas com quem se tem afinidade.

Essa busca pela diversão que existe nos jogos amadores precisa ser preservada, com mais ou menos intensidade, em todas as esferas. É a essência do poker. O próprio 4bet, o maior time de poker do Brasil, já publicou um vídeo ressaltando o quanto é importante se divertir jogando e como é chato aquele jogador que se esconde em um capuz, óculos escuros, se acha profissional e não fala com ninguém.

Leia também: Saiba como se comportar em uma mesa de poker com quem entende do assunto

É impossível saber quantos grupos de amigos existem em uma cidade como Curitiba, por exemplo, que jogam poker com regularidade. Dezenas no mínimo. Mas eles são importantes para a popularização do jogo e devem ser sempre valorizados.

Aproveitando o assunto e a pedidos, mando um abraço especial para o pessoal do QG 100 Freio, uma galera que joga com regularidade e onde é até possível ganhar dinheiro de vez em quando mesmo dormindo no meio do torneio. Não é mesmo, Hugo?

Novidades

Quer receber antes de todo mundo as novidades do Resenha do Poker? Sugestões de matérias, críticas? Mande um e-mail para robsonm@gazetadopovo.com.br

LEIA MAIS:
Comerciante crava grande torneio de poker em Curitiba. “Tem que acreditar”, ensina
Etapa do Brasileiro de poker em Foz vem aí e pode ser jogada de graça!
Curitibano supera 22 mil oponentes e ganha meio milhão de reais
Fecha a casa de poker onde brilhou o jogador misterioso
Aprenda a jogar poker em menos de três minutos

Participe da conversa!
0