Após ser o campeã no ano passado, a seleção paranaense de poker ficou muito perto de um novo título em 2019 no Campeonato Brasileiro de Poker por Equipes (CBPE). Apesar do bom desempenho, o Paraná acabou com a quarta colocação.

O título ficou com Goiás. É importante ressaltar, para quem ainda não conhece, que essa competição não tem uma premiação em dinheiro e mesmo assim alguns dos melhores jogadores do país se esforçam muito para conquista-la por seus estados.

O Resenha do Poker agora tem Instagram! Siga

A seleção paranaense chegou a liderar o último dia de disputa, que estava ocorrendo em São Paulo. Porém, na última mesa, o técnico Daniel Almeida sofreu uma bad beat de um As e Dama que perdeu para um As e 2 e complicou muito a situação paranaense. No final a disputa ficou entre Goiás, Rio Grande do Sul, que foi o vice-campeão, e São Paulo, o terceiro.

Estavam no time paranaense Alisson Piekazewicz, Thiago Crema (o maior pontuador da seleção nessa edição de CBPE, vencendo tudo que jogou), Pedro Grochocki, Dayane Kotoviezy e Aprígio Brito. Christofer Makuch não pode ir ao CBPE, o que fez o técnico Daniel Almeida jogar no seu lugar. O presidente da Federação Paranaense de Texas Holdem, Geraldo Campelo, também estava presente.

Siga e curta o Resenha do Poker no Facebook

"A equipe foi bem esse ano. Ter trazido gente que foi campeã no ano passado fez com que a gente tivesse alguma experiência nesse formato, que não é usual", admitiu Almeida. "A gente deixou de ser campeão em um detalhe. Mas só tenho elogios para a nossa equipe", completou o treinador.

Parabéns ao time paranaense! Fez bonito e honrou o estado!

Grupo no Whats

Como os leitores mais antigos do blog sabem, temos alguns grupos do WhatsApp onde divulgamos notícias do Resenha do Poker e focamos nas discussões de mãos com dúvidas. Nestes grupos bad beats não são bem-vindas! Para entrar basta acessar esse link. Qualquer problema, é só escrever para robsonm@gazetadopovo.com.br. É grátis. Se quer receber por e-mail as notificações de notícias, mandar críticas ou sugestões, este e-mail também é o caminho.

Leia Mais

Campeão mundial de poker ganha R$ 38 milhões após superar 8.568 adversários

Curitibanos brilham no Mundial de poker e somam R$ 2,5 milhões nesta sexta

Jogador crava segundo grande torneio ao vivo em Curitiba em menos de três meses

Curitibano vence torneio no Mundial de poker e fatura R$ 820 mil

Participe da conversa!
0