Curitiba perdeu recentemente uma casa de poker. O Pro Poker, que ficava na Rua Carlos de Laet, 3952, no Boqueirão, encerrou as suas atividades e não há perspectiva de que reabra em outro lugar. A ideia do proprietário é investir em outros negócios.

Siga o Resenha do Poker no Facebook

Em fevereiro deste ano a casa ganhou destaque por aqui por causa da presença de um jogador misterioso. Ele ganhava alguns torneios, mas se recusava a aparecer nas fotos tradicionais das vitórias.

Na época, foram criados alguns torneios em que a presença deste jogador era o principal atrativo. Ele jogava mascarado e o restante dos participantes era desafiado a eliminá-lo.

Em uma destas competições, o jogador de 21 anos deu uma entrevista para o Resenha do Poker e admitiu que o motivo de não revelar a sua identidade era o preconceito.

“A minha família não concorda com isso. É um tabu perante a sociedade ainda infelizmente. Por isso eu não quero aparecer”, disse na época. Agora, se quiser continuar jogando, o jogador misterioso terá que escolher outro lugar.

Hoje há três casas de poker em Curitiba que funcionam regularmente. São elas, em ordem alfabética: Espaço Poker (Rua Marquês do Paraná 700, Água Verde); Liga Curitibana (Rua Martim Afonso 700, esquina com Brigadeiro Franco, Centro); e Nice Hand (Luiz Parigot de Souza, n°100, atrás do Clube Literário, Portão).

Novidades

Quer receber antes de todo mundo as novidades do Resenha do Poker? Sugestões de matérias, críticas? Mande um e-mail para robsonm@gazetadopovo.com.br

LEIA MAIS:

Poker: começou a corrida por mais de R$ 150 mil em Curitiba
Brasileiro de poker voltará para Curitiba após cinco anos
Paranaense se dá bem na Argentina, ganha R$ 440 mil e se emociona
Após maratona, jogador de poker se torna orgulho de pequena cidade do Paraná
Campeão mundial de poker paga R$ 12 milhões em impostos
Aprenda a jogar poker em menos de três minutos

Participe da conversa!
0