O Coritiba não aproveitou a superioridade durante a maior parte do jogo, sofreu um apagão no final e acabou derrotado pelo Goiás: 1 a 0 na Estradinha, em jogo da 20ª rodada do Brasileirão. O Coxa estaciona nos 22 pontos, cai para 14º e fica apenas dois pontos à frente da zona de rebaixamento, com o risco de perder posições no complemento da rodada.

O Coritiba volta a campo diante do Santos, na segunda-feira que vem (8), às 20h, no Couto Pereira.

+ Goiás x Coritiba: confira a ficha, as fotos e o gol da partida

No duelo deste sábado (30), o técnico Gustavo Morínigo escalou um time com três zagueiros (Guillermo, Henrique e Luciano Castán), promoveu a estreia de Bruno Gomes como titular no meio-campo e colocou Adrián Martínez no lugar de Léo Gamalho na frente. O Coxa - que antes jogava no 4-3-3 - passou para o 3-4-3.

O novo desenho tático contribuiu para uma - ligeira - evolução do Coxa. Matheus Alexandre e Egídio tinham liberdade para avançar e encostavam em Alef Manga e Igor Paixão pelos lados. Assim, o Coxa criou as melhores chances no primeiro tempo, mas pecou na pontaria, como em lances de Manga e Adrián Martínez.

+ Veja a tabela completa do Brasileirão e os próximos jogos do Coritiba

Além de criar boas oportunidades, o Coritiba mostrava segurança. O trio de zaga conseguia anular Nicolas e Pedro Raul, e o Goiás praticamente não ameaçava. Para dar novo gás ao time, Morínigo colocou Léo Gamalho e promoveu a estreia de Jesús Trindade - emprestado pelo Pachuca, do México, até a metade de 2023.

O final da partida, porém, jogou tudo por água abaixo. Aos 34, a defesa - de atuação segura até então - deixou a bola passar após o cruzamento, e o atacante Pedro Raul só completou para o fundo das redes. Na sequência, Egídio agrediu o adversário e levou o vermelho direto. Nesse cenário, o clube não teve forças para reagir.

Coritiba volta a campo diante do Santos
Coritiba volta a campo diante do Santos| Felipe Dalke/Coritiba
Participe da conversa!
0