colunas e Blogs
Mauro Cezar Pereira
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira

O que Athletico e Flamengo têm em comum além de serem rubro-negros?

Por
Mauro Cezar Pereira
05/05/2019 23:50 - Atualizado: 29/09/2023 16:49
Montagem com fotos de Jonathan Campos/Gazeta do Povo e Alexandre Durão/Estadão Conteúdo
Montagem com fotos de Jonathan Campos/Gazeta do Povo e Alexandre Durão/Estadão Conteúdo

O que Athletico e Flamengo têm em comum além de serem rubro-negros? A forma como lidam com a imprensa e as tentativas de controlar, de manipular a informação. Ao que tudo indica, no mundo ideal dos dirigentes de ambos os clubes, jornalistas seriam meros reprodutores de versões oficiais, até o sonhado dia no qual todos os torcedores se contentariam em seguir as mídias das próprias agremiações nas redes sociais, além de seus sites.

O site oficial do CAP é apresentado pelo clube praticamente como o único lugar onde o atleticano pode confiar nas informações. Contudo, quando um jornalista solicita posicionamento do clube sobre algum assunto, a resposta padrão é que ela “estará no site oficial”. Tal espaço já foi utilizado para provocações típicas de torcedor, como em 2014, quando se referiu ao jogadores do São Paulo como “bambis”. Depois veio um pedido de desculpas.

Em 2008 o Fluminense foi chamado “time de palhaços” no espaço oficial atleticano na web. Uma década depois, a surreal ideia da “torcida humana” foi festejada como uma espécie de marco da convivência entre seres humanos, quando na verdade o Athletico proibiu o uso de camisas de outros times na Arena da Baixada. Convivência harmônica ou intolerância? Em outras situações, deu tudo errado e foi preciso improvisar as coisas na Arena.

Rival Coritiba protestou no Atletiba deste ano por causa da “torcida humana”. Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

>> Tabela Brasileirão 2019: todos os jogos na TV

O presidente do Conselho Deliberativo do Athletico, chegou a ser brindado com o “Petraglismo“. Em 2009, a Gazeta do Povo publicou que na cartilha disponível na internet era possível “encontrar as fontes filosóficas, mandamentos e o ideário dos fãs de Mário Celso Petraglia”.

Petraglia, o polêmico dirigente do Athletico. Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo.

Em comum entre os dois rubro-negros, tentativas de desacreditar a imprensa. Foi chamada de “Fake News” a sondagem do CAP por Paulo Henrique Ganso, que vazou e a mídia divulgou. O Flamengo, em março, disparou nota oficial depois que o jornal O Globo publicou matéria informando que o elenco profissional estava sem um psicólogo a ele dedicado. E era a pura verdade. A pauta se justificava pela grande quantidade de cartões que os jogadores vinham recebendo.

Nesta semana, dirigentes do clube carioca se superaram com a indefectível nota que destaca a vitória nos pênaltis sobre o Ajax na Florida Cup, um torneio de pré-temporada, como triunfo sobre um dos prováveis finalistas da Liga dos Campeões. Detalhe: os holandeses colocaram em campo um time cheio de reservas, uma espécie de equipe B para C. No documento, mais pérolas, como a supervalorização do título estadual e da liderança do seu grupo na Libertadores, da qual poderá ser eliminado quarta-feira se perder para o Peñarol, no Uruguai.

No terreno da política, mais pontos em comum entre os rubro-negros. O Athletico homenageou Jair Bolsonaro e declarou apoio ao então candidato à presidência. O Flamengo contou com o deputado Rodrigo Amorim (PSL) celebrando, no campo do Maracanã, a Taça Rio, conquistada pelo time. Ele ganhou uma camisa  de presente (foto abaixo) e reapareceria no mesmo local na festa pelo campeonato carioca (foto acima).

Entre taças erguidas com a presença do político que quebrou uma placa com o nome da vereadora Marielle Franco, assassinada pouco mais de um ano antes, outra nota oficial. Ela deixava claro que o clube não teve participação em homenagem a Stuart Angel. Ele foi atleta de remo campeão pelo clube, preso e desaparecido em 1971, durante a ditadura militar. Um desastre atrás do outro, com péssima repercussão e expondo o clube a memes que o ridicularizam nas redes sociais.

A grande diferença entre os dois rubro-negros é que as reações pouco democráticas atleticanas não têm a repercussão das recentemente protagonizadas pelo Flamengo, pelo fato de o clube carioca ter torcida maior e mais espalhada pelo país. Cabe ao torcedor entender que jornalismo não se faz de versões oficiais, e se ele quiser saber sobre o que realmente acontece no clube pelo qual é apaixonado, terá que seguir a imprensa capaz e independente. Por mais que tentam fazê-la calar.

***

Cinco derrotas e um empate nos seis últimos jogos fora de casa. Athletico segue devendo quando sai da Arena da Baixada, desta vez deixando escapar a vitória no final, em Chapecó.

***

Abel Braga ganhará fôlego no Flamengo se conseguir a classificação na Libertadores, quarta-feira, contra o Peñarol. Se o time for eliminado, as chances de demissão serão imensas.

Veja a tabela da Libertadores 2019

***

O Atlético Mineiro faz bom começo de campeonato, com nove pontos coletados nas três vitórias em três jogos, dois contra times que brigaram contra rebaixamento em 2018 e um que veio da Série B. Já o Flamengo, com quatro pontos, encarou o bicampeão da Copa do Brasil, o terceiro colocado na Série A ano passado e o quinto colocado no mesmo certame, que liderou por várias rodadas. Segue bizarra a tabela do Brasileiro.

>> Premiação da Globo no Brasileirão 2019 será cinco vezes maior; veja valores

*** Grupo de WhatsApp Brasileirão 2019

O futebol no seu celular. Você pode receber mensagens instantâneas, via WhatsApp, para ficar bem informado sobre tudo o que vai acontecer nos principais clubes do país. Para receber diariamente as principais notícias, resultados e classificação, basta seguir os passos abaixo. É muito simples. Junte-se a nós no Brasileirão 2019!!! Seja bem-vindo ao nosso grupo!

Veja também:
Fluminense x Bragantino: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Fluminense x Bragantino: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Mercado da bola: veja as novidades desta sexta-feira (12)
Mercado da bola: veja as novidades desta sexta-feira (12)
São Paulo x Fortaleza: escalações prováveis, como assistir, data e horário
São Paulo x Fortaleza: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Internacional x Bahia: escalações prováveis, como assistir, data e horário
Internacional x Bahia: escalações prováveis, como assistir, data e horário
participe da conversa
compartilhe
Encontrou algo errado na matéria?
Avise-nos
+ Notícias sobre Mauro Cezar Pereira
Athletico pagou caro por não ter estratégias. E foi goleado pelo Galo nas finais
Análise

Athletico pagou caro por não ter estratégias. E foi goleado pelo Galo nas finais

Muricy, o áudio vazado e a defesa da gestão inconsequente do Corinthians
Análise

Muricy, o áudio vazado e a defesa da gestão inconsequente do Corinthians

Alemanha e Inglaterra sofrem com os antivacina e o vírus volta forte ao futebol
Análise

Alemanha e Inglaterra sofrem com os antivacina e o vírus volta forte ao futebol