O curitibano Wellington Turman optou por mudar algumas armas do seu jogo para o seu próximo compromisso dentro do UFC. Neste sábado (28), a partir das 20h (horário de Brasília), o atleta da equipe Gile Ribeiro enfrenta o americano Sam Alvey, em duelo válido pelo UFC Vegas 35.

Vindo de duas derrotas consecutivas, o brasileiro viajou aos Estados Unidos há pouco mais um mês para afiar o seu jogo contra o desafiante ao cinturão dos meio-pesados Glover Teixeira.

+ Tudo sobre o mundo das lutas

"Foi uma experiência incrível. Aprendi demais, o Glover é sensacional e todos da equipe são muito parceiros. Mudei muito nesse tempo, serviu como aprendizado para treinar melhor. Com certeza, evoluí muito", disse Turman ao Direto do Octógono.

Turman garante que não existe pressão

Em quatro lutas dentro do UFC, Wellington Turman acabou sendo derrotado em três oportunidades. Os últimos dois compromissos terminaram com nocautes ainda no primeiro round. Mesmo assim, o curitibano garante que não tem pressão para esse próximo duelo.

"Estou bem tranquilo quanto a isso. Sei do meu potencial. Tive alguns erros nas últimas lutas, mas não estou com nenhuma pressão nas costas. Estou muito feliz e com certeza vou levar essa vitória para Curitiba", garante o atleta.

Participe da conversa!
0