Ex-campeã do UFC, a norte-americana Rose Namajunas está disposta a levar o confronto contra a atual detentora do cinturão peso-palha, a chinesa Zhang Weili, para o lado pessoal. As duas se enfrentam no próximo dia 24, pelo UFC 261.

Em entrevista à imprensa americana, Rose fez uma declaração forte ao relacionar o combate com regime do país de sua rival. "Melhor morta do que vermelha, sabe? Não odeio Weili nem nada parecido, mas sinto que tenho muito pelo que lutar nessa luta e no que ela representa", disse a americana, se referindo à China, que é comandada pelo Partido Comunista.

A atleta exaltou que possui origem lituana e ressaltou a luta da Lituânia pela libertação da União Soviética comunista, ocorrida em 1990. "Tenho sangue lituano e tenho o sonho americano, e todas essas coisas levo comigo para esse combate", destaca Rose.

A frase dita pela americana - "Melhor morto do que vermelho" - se popularizou nos anos 50 como um grito contra o comunismo durante a Guerra Fria.

Apesar de a China viver sob o regime comunista, a campeã do UFC Zhang Weili nunca fez nenhuma declaração de apoio ao governo local.

Participe da conversa!
0