Foto de perfil de Direto do Octógono

Direto do Octógono

Ver mais
Eles brilharam

Retrospectiva UFC 2020: Relembre os novos campeões do maior evento de MMA

Deiveson Figueiredo faturou o cinturão peso-mosca
Deiveson Figueiredo faturou o cinturão peso-mosca| Foto: Reprodução/UFC Brasil
  • Por Diogo Souza
  • 22/12/2020 17:32

Três lutadores fizeram história na temporada de 2020 do UFC ao conquistarem cinturões pela primeira vez. Relembre essas conquistas no primeiro material da "Retrospectiva UFC 2020".

Deiveson Figueiredo

O paraense Deiveson Figueiredo, talvez, seja o principal nome do UFC na temporada de 2020. O peso-mosca lutou em fevereiro pelo cinturão contra o norte-americano Joseph Benavidez, venceu no segundo round, mas não levou porque não havia batido o peso da categoria (57 kg.)

Meses depois, o UFC concedeu a revanche aos dois lutadores na Ilha da Luta. E o Deus da Guerra foi ainda mais brutal com o rival. O brasileiro finalizou ainda no primeiro round e se sagrou campeão peso-mosca do Ultimate.

Tudo sobre o mundo das lutas

A primeira defesa de título veio no mês passado contra o norte-americano Alex Perez. Em suas entrevistas, Deiveson prometia uma finalização ainda no primeiro round...e não deu outra. O brasileiro venceu em menos de três minutos de confronto.

21 dias depois deste combate, o paraense voltou ao octógono contra o mexicano Brandon Moreno. A guerra durou cinco rounds e terminou empatada. Com isso, Deiveson seguiu com o cinturão. A tendência é que a revanche aconteça já no ano que vem.

Petr Yan

Quem também se deu bem em 2020 foi o russo Petr Yan. Dois anos após estrear no UFC, o peso-galo disputou o cinturão do UFC contra o ex-campeão peso-pena José Aldo. A vitória veio por nocaute no quinto round, após um combate bem dominante do russo.

Petr Yan ficou com o cinturão peso-galo. Foto: Reprodução/UFC Brasil.
Petr Yan ficou com o cinturão peso-galo. Foto: Reprodução/UFC Brasil.

Jan Blachowicz

O polonês Jan Blachowicz aproveitou a saída de Jon Jones da categoria dos meio-pesados e agarrou com unhas e dentes a oportunidade pelo cinturão contra o norte-americano Dominick Reyes. Azarão no combate, o europeu venceu por nocaute no segundo round e ficou com o título.

Participe da conversa!
0

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.