A situação do carioca Raphael Bebezão não está nada fácil dentro do UFC. Sem lutar desde julho do ano passado, quando foi derrotado por Tanner Boser, o peso-pesado caiu no doping pela segunda vez e recebeu uma suspensão de dois anos da Agência Antidoping Americana.

De acordo com a agência, Bebezão testou positivo quatro vezes para o uso do diurético Hidroclorotiazida, substância proibida. O lutador também não foi localizado em duas oportunidades para coleta de amostras e acabou sendo penalizado por mais essa causa.

Com o "gancho", o brasileiro só poderá retornar ao octógono em fevereiro de 2023. Com três lutas no UFC, Bebezão venceu apenas uma e acabou sendo derrotado em outros dois confrontos.

Participe da conversa!
0