A temporada de 2020 não poderia ser melhor para Mackenzie Dern. A brasileira, de 27 anos, venceu suas duas lutas disputadas no ano e espera fechar com chave de ouro neste sábado (12), contra a baiana Virna Jandiroba, pelo UFC 256.

"Estou na melhor fase da minha vida, porque, apesar da pandemia, estou com duas vitórias no primeiro round, com bônus e ainda com a minha filha e minha família me apoiando", ressalta a peso-palha ao Direto do Octógono.

Tudo sobre o mundo das lutas

A pequena Moa, de apenas 1 ano, tem sido fiel companheira de Mackenzie em sua rotina. A sua filha é presença constantes nos treinamentos. "Essa é a minha terceira luta e cada luta é uma fase. Ela tinha oito meses em maio, ainda carregava bastante ela pra tudo quanto é lado. Hoje ela está andando, quase falando, está mais fácil, a vida está mais organizada. Estou ficando mais tempo com ela e ela me acompanha em tudo", destaca a atleta.

Com apenas uma derrota na carreira, Mackenzie garante foco total no duelo deste fim de semana e espera ter a oportunidade de uma revanche contra a mineira Amanda Ribas, sua única algoz.

"Eu acho que a Amanda chegou mais preparada na nossa luta. Ela estava com um raciocínio melhor como atleta. Hoje, sou outra atleta, meu raciocínio e meu estilo está bem rápido. Seria uma outra luta se tivesse novamente. Pode acontecer uma revanche, pois ela tem potencial e eu também. Nós duas poderemos lutar pelo cinturão um dia", conclui.

Participe da conversa!
0