Após ficar empolgado com a vitória do camaronês Francis Ngannou sobre o norte-americano Stipe Miocic, no último fim de semana, pelo UFC 260, o ex-campeão dos meio-pesados, Jon Jones, disparou contra o presidente do Ultimate, Dana White.

"Obviamente, o chefe me odeia. Deixe eu levar meu negócio para outro lugar. Sinto como se minhas asas fossem cortadas. Eu juro que a indústria do UFC não tem sido nada além de deprimente para mim", escreveu o norte-americano em suas redes sociais em postagem que logo foi apagada.

O ex-campeão ainda reiterou que quer mais de US$ 10 milhões para fazer a luta contra o atual campeão Francis Ngannou. "Para não me sentir um idiota na maior luta da minha vida", ressaltou Jon Jones.

Participe da conversa!
0