Vamos às notas do Paraná Clube na derrota por 2x1 para o Guarani, nesta terça-feira (24), na Vila Capanema, pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Paraná Clube

Alisson: Novamente falhou em um chute de longe - 5.

Paulo Henrique: Melhor do Paraná Clube, foi o jogador mais efetivo do time - 7.

Rafael Lima: Estreia discreta, bem ao seu estilo - 6.

Fabrício: É disparado o melhor zagueiro do Paraná Clube, mas sentiu a falta de ritmo - 6,5.

Jean Victor: De novo não foi bem. Caiu de produção - 5.

Jhony: Vem sendo prejudicado pela ausência de Higor Meritão e pela escalação de Karl - 5,5. Luan o substituiu e não deu suporte à articulação - 5.

Karl: Um volante comum, que não consegue dar algo a mais para o time - 5,5.

Renan Bressan: Foi muito marcado e obrigado a fechar o meio. Por isso apareceu pouco - 5,5. Vitinho entrou no seu lugar, já que pelo jeito eles nunca vão jogar juntos - sem nota.

Wandson: No seu jeito meio atabalhoado, foi o atacante que mais tentou. E foi premiado com o gol - 6,5. Cansou e deu lugar a Léo Castro, que mal pegou na bola - sem nota.

Matheus Matias: Parece ser o centroavante de melhor qualidade no elenco do Paraná, mas está fora de ritmo - 5,5. Saiu para a entrada de Bruno Lopes, que não impressionou - 5.

Thiago Alves: Não vive bom momento - 5. Andrey entrou em seu lugar e correu bastante - 5,5.

Rogério Micale: Vive o drama de tentar encontrar soluções em um elenco carente. Acaba se complicando - 5.

Guarani

Felipe Conceição arrumou bem o Bugre, mas a equipe acha que joga mais do que realmente joga. Por conta disso quase perdeu dois pontos. Murilo Rangel, vejam vocês, foi o destaque.

Participe da conversa!
0