Vamos às notas de Athletico e Atlético-MG no jogo vencido pelo Galo por 1x0 neste sábado (12), na Arena da Baixada, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Athletico

Santos: Defendeu até pênalti, mas não conseguiu evitar o gol de Vargas - 7,5.

Erick: Perdeu o duelo com Keno - 5.

José Ivaldo: Trabalhou bastante por conta da movimentação adversária - 6.

Pedro Henrique: Teve muito trabalho com Vargas - 6. Lesionado, deu lugar a Felipe Aguilar, que não conseguiu ainda jogar no Athletico - 4,5.

Abner: Vinha bem até cometer a penalidade. Depois, caiu demais de produção - 5,5.

Richard: Apagadíssimo - 4,5.

Christian: Atuação irregular do garoto, o que é até natural pela juventude - 5,5. Ravanelli entrou mas a bola não chegou nele - 5.

Léo Cittadini: Tecnicamente muito mal - 5. Lucho González foi a última cartada do jogo - sem nota.

Nikão: Um ótimo primeiro tempo, mas depois acabou preso na marcação - 6,5.

Carlos Eduardo: Não conseguiu se impor diante da marcação do Galo - 5. Reinaldo o substituiu e foi melhor - 5,5.

Renato Kayzer: Teve poucas vitórias individuais - 5. Foi trocado por Guilherme Bissoli, que não foi acionado - sem nota.

Paulo Autuori: Vê, nas dificuldades da busca por soluções, os erros na montagem do elenco do Athletico - 5,5.

Atlético-MG

Éverson: Fez uma defesa difícil - 6,5.

Guga: Preso à marcação, apareceu pouco - 6.

Gabriel: Tranquilo, cumpriu bem seu papel - 6.

Junior Alonso: Muito bom zagueiro - 6,5.

Guilherme Arana: Não brilhou como em outras rodadas - 6.

Allan: Como único jogador do Galo dedicado exclusivamente à marcação, foi muito bem - 7,5.

Zaracho: Teve um atuação tática, sem brilho individual - 6. Calebe o substituiu no finalzinho - sem nota.

Hyoran: Precisou ficar mais na marcação, por isso não apareceu tanto - 5,5. Nathan entrou e também não luziu - 5.

Savarino: Após a metade do primeiro tempo, teve ampla vantagem sobre Abner - 6,5. Réver o substituiu para fechar a defesa - 6.

Keno: O melhor do jogo, com vitórias individuais sobre Erick e participação em todas as jogadas perigosas do Atlético-MG - 8.

Vargas: Teve boas chances, fez o gol do Galo e teve outros dois anulados - 7. Eduardo Sasha entrou no seu lugar no final da partida - sem nota.

Jorge Sampaoli: O argentino percebeu que corria risco de perder o jogo com o time tão aberto. Ao acertar a marcação, dominou a partida e venceu o Athletico - 7.

Participe da conversa!
0