Eles conseguiram reduzir o Paraná Clube a um mero figurante no cenário do futebol brasileiro. Eles, a que me refiro, são os conselheiros e dirigentes que fizeram tanto mal ao clube nos últimos anos.

Quando surgiu como nova potência do futebol, o Tricolor reunia todas as condições para ser verdadeiro sucesso. E foi sucesso na sua primeira década de existência, com o pentacampeonato estadual e destacadas participações nos torneios nacionais.

Pujante como organização esportiva, com invejável patrimônio, enorme parque aquático, dinheiro em caixa, milhares de associados e um time altamente competitivo que lotava os estádios por onde passava.

O orgulho da torcida paranista era tamanho que me senti honrado ao ser convidado pelos dirigentes Ernani Buchmann, Darci Piana e Luiz Eduardo Dib para escrever a longa história que antecedeu e originou o pujante Paraná Clube.

Foi um trabalho profundo e, modéstia a parte, bem elaborado, ouvindo pessoas que vestiram com raro amor as camisas do Britânia, Palestra Itália, Ferroviário, Colorado, Savóia, Água Verde e Pinheiros até chegarmos a última década do século XX com o clube pronto para ser um sucesso no novo milênio.

Os grandes homens foram passando, alguns se desinteressando pelo clube por causa da idade e outros motivos, a renovação não se processou da forma desejada e mergulhado em crises administrativas e financeiras, através dos anos, o patrimônio foi sendo reduzido a pó.

Em mais de cinco décadas atuando como jornalista esportivo jamais havia assistido a uma operação com tamanho grau de incompetência, irresponsabilidade e falta de respeito as tradições de uma instituição.

Eles foram se sucedendo na gestão do clube, cometendo erros, alguns se beneficiando pessoalmente dos desmandos, de forma a jogá-lo, inexoravelmente, no lugar onde se encontra.

Lamentável e tristemente eles conseguiram colocar o Paraná Clube neste longo jejum de títulos de campeão, afastamento maciço de associados e torcedores, agravado pelo rebaixamento à Série D, o equivalente a 4ª Divisão do Campeonato Brasileiro.

Eles conseguiram acabar com o sonho dos tricolores que se orgulhavam da equipe que brilhava nos jogos das inesquecíveis tardes e noites da Vila Capanema.

Esta é, em poucas palavras, a pesarosa resenha da metódica e cruel desconstrução do Tricolor.

Mais sobre o declínio tricolor

Participe da conversa!
0