O Coritiba empatou no Recife com o Sport e mantém uma receita interessante: com regularidade, vence em casa e empata fora.

Ao contrário do Londrina, irregular. O empate contra o Atlético-GO não pode ser considerado ruim, mas o Tubarão esteve nervoso, com Dagoberto perdendo o equilíbrio emocional e expulso. Já o Operário mostrou ter vergonha na cara e venceu o Criciúma, fora de casa, de virada, com um jogador a menos: pontos preciosos.

Em compensação, o Paraná voltou a jogar mal e não se comportou à altura da Vila Capanema no empate sem gols contra o América-MG. Já o Furacão vai jogar na quarta-feira (7) no Japão, uma copa interessante, com o time na vitrine internacional. Porém, precisa melhorar o rendimento após a queda para o Boca.

Oução a análise de Carneiro Neto

Participe da conversa!
0