A Copa do Mundo 2018 acabou, mas o Brasileirão finalmente voltou nessa semana — e com rodada completa. Veja quem mais se destacou nos dez jogos da Série A e mereceu ser convocado para nossa seleção.

Veja a seleção da 13ª rodada do Brasileirão 2018:

Goleiro

Cássio (Corinthians)

O arqueiro foi decisivo contra o Botafogo, com defesas incríveis que garantiram a vitória ao Alvinegro. Uma delas, é digna de vários replays de tão impressionante.

Laterais

Éder Militão (São Paulo)

A promessa da base são-paulina é cada vez mais realidade, com destaque para suas seis roubadas de bola contra o Flamengo.

Fágner (Corinthians)

Outro que estava com a seleção, o lateral-direito deu uma assistência e fez bom jogo no panorama geral. Por falta de um lateral-esquerdo na nossa seleção, resolvemos improvisar o corintiano.

Zagueiros

Pedro Geromel (Grêmio)

O gremista voltou da Copa do Mundo mantendo sua ótimas atuações pelo Tricolor gaúcho. Foram oito roubadas de bola contra o Atlético-MG.

Anderson Martins (São Paulo)

O defensor foi bem contra o Flamengo, com sete roubadas de bola e marcação eficiente sobre o perigoso Guerrero.

Volantes

Maicon (Grêmio)

O capitão gremista fez mais um jogo impecável, tanto ofensivamente quanto na marcação, e levou seu time à vitória sobre o Galo.

Robinho (Cruzeiro)

Contestado pela torcida antes da parada, o meio-campista teve boa atuação diante do América-MG, inclusive balançando a rede.

Meias

Everton (São Paulo)

Ex-jogador do Flamengo, Everton garantiu a vitória de seu novo clube em pleno Maracanã. O meia-esquerdo é vital na boa campanha do Tricolor paulista na Série A.

Arrascaeta (Cruzeiro)

Após duas atuações apagadas na Copa, o uruguaio retomou o alto nível. O meia é o principal jogador do Cruzeiro na atualidade e fez seu nono gol pela Raposa em 2018.

Romero (Corinthians)

Incansável na recomposição e importe taticamente para o Timão, o paraguaio também deixou seu gol contra o Botafogo.

Atacantes

André (Grêmio)

Mais um contestado pelos fãs antes da intertemporada, André quebrou jejum de 700 minutos sem gol ao marcar contra o Atlético-MG. Foi a melhor atuação do atacante com a camisa tricolor.

Participe da conversa!
0