Foto de perfil de Augusto Mafuz

Augusto Mafuz

Ver mais
Opinião

Palmeiras ganhou do Santos com “obra do acaso” de ex-Athletico

Breno Lopes foi o herói do jogo.
Breno Lopes foi o herói do jogo.| Foto: Ale Viana/Estadão Conteúdo
  • PorAugusto Mafuz
  • 30/01/2021 20:22

O Palmeiras ganhou do Santos por 1 a 0 e conquistou a Libertadores da América de 2020. O gol de cabeça de Breno Lopes, no último minuto, foi mais obra do acaso. Como seria qualquer lance decisivo, em razão do nível técnico absolutamente deprimente dos dois times.

Sendo um segmento de arte, o futebol foi maltratado no Maracanã. Não por que Palmeiras e Santos desconheciam esse fato, mas, por não terem qualidade para atender essa essência. Decidindo a Libertadores da América de 2021, fizeram de tudo, menos, jogar futebol.

Desde o início foi possível prever o que iria ocorrer no Maracanã: uma contenda (respeitemos a expressão “um jogo de futebol”) de empurrões, pontapés e obstruções. Nesse ambiente hostil, praticando maus-tratos a bola e aos olhos, Santos e Palmeiras ofereciam ao mundo as razões porque o futebol sul-americano se tornou incapaz de voltar a ganhar um Mundial de clubes e de seleções.  Um horror, todos irão concordar.

Veja como foi o jogo entre Palmeiras e Santos

E nem argumente que por se tratar de uma final, as emoções saem do controle. Quando o jogador tem qualidade, não há emoção que o desequilibre. Pode ter um ou outro erro em um dado momento, mas, imediatamente recompõe a normalidade. Santos e Palmeiras foram angustiados até o último segundo de jogo, simplesmente, porque não tinham condição técnica para superarem esse descontrole.

A prova definitiva de todos esses fatos, foi o gol de Breno Lopes: Rony fez um cruzamento alto e longo, gol de Breno Lopes não por consciência de jogo, mas para apressar a última bola. O ex-atleticano Breno Lopes que saiu livre do Caju, subiu mais que Pará e jogou a bola no lado esquerdo, oposto ao do goleiro. Houve quem atribuísse a participação indireta do técnico Cuca por ter tumultuado o jogo e ser expulso. É um detalhe muito pequeno para ignorar a falta de qualidade de um e de outro.

Participe da conversa!
0

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.