Os atleticanos gostariam de ter Pablo de volta ao Furacão? Pergunto porque o seu pai não deixa ninguém na Baixada. Entende que depois do fracasso no São Paulo, Pablo só tem um lugar para recomeçar: o Athletico, cuja torcida, através dos anos, teria adquirido a consciência a compreensão definitiva dos seus limites de jogador.

Se me perguntarem se eu gostaria de ver Pablo de volta, afirmo minhas reservas. Depois do fracasso no Real Madrid B, no Figueirense e no Japão, a reintegração de Pablo ao Athletico não teve nenhum custo.

Agora é um jogador que quer voltar, mas sem a pretensão de alterar as bases financeiras do seu contrato com o São Paulo.  Não é nada, o valor entre vários itens (luvas, salários, reajustes) bate nos R$600 mil por mês. Tecnicamente desgastado no mercado nacional, Pablo terá que recomeçar aos 29 anos. Nessas circunstâncias, o risco do custo de um fracasso desloca-se integralmente para o Athletico.

Não sou contra o retorno de Pablo. Seu fracasso no Morumbi foi pouco por si, quase tudo pela fraqueza do São Paulo. Sob comando de Paulo Autuori poderia se tornar um elemento interessante. Mais, ainda, em razão das carências ofensivas do time.

Mas, Pablo deve compreender que o Athletico não pode pagar pelo seu fracasso no Morumbi.

Participe da conversa!
0