No futebol atual, em que a circulação de jogadores é necessária para gerar dinheiro ao clube, ao intermediário, ao empresário e, às vezes, ao dirigente, não é comum que um jogador jogue seis anos por um mesmo time.

Mas, desde 2015, Nikão não só joga pelo Athletico, como o faz com responsabilidade. E mais do que isso: por seus atributos técnicos e inteligência tática, sempre foi um dos pilares nas recentes conquistas do Furacão, como Sul-Americana e Copa do Brasil. Não precisa investigar mais para afirmar que Nikão é um jogador histórico no Athletico.

Abro um debate: Nikão entraria no maior Athlético de todos os tempos?

Caju, Djalma Santos, Nem, Alfredo Gottardi e Renan Lodi, Bruno Guimarães, Kléberson e Sicupira, Alex Mineiro, Jackson do Nascimento e Nilson Borges formam a ideia atual do melhor Furacão de todos os tempos.

Se Nikão merece, onde escalá-lo?

Problema de Geninho, o técnico desse time.

Participe da conversa!
0