Não foi porque coincidiu com a minha opinião, mesmo porque essa foi em razão do meu conhecimento jurídico de leis esportivas. Talvez, por isso, a opinião de Maurilio, técnico do Paraná tenha sido mais sensata baseada na ciência do futebol.

Ao reclamar que o seu time não joga em casa, o que lhe provoca o esgotamento e aumenta dos riscos de contágio, afirmou um fato que deveria ser denunciado pelos clubes.

No entanto, os cartolas assistem Hélio Cury continuar quebrando cristais. Um elefante não seria tão insensível. Marcando jogos de forma aleatória, jogando onde é possível jogar, remete o campeonato para a ilegalidade.

Participe da conversa!
0