Foto de perfil de Augusto Mafuz

Augusto Mafuz

Ver mais
Opinião

Afundado por Namur, Coritiba passa a ser tratado como doente: um jogo por vez

Pachequinho volta ao posto de técnico interino do Coritiba.
Pachequinho volta ao posto de técnico interino do Coritiba.| Foto: Albari Rosa/Foto Digital/UmDois Esportes
  • PorAugusto Mafuz
  • 18/12/2020 08:03

Coritiba e Botafogo, neste sábado, 21hs, no Couto Pereira, são dois times com dois pontos em comum, um associado ao outro: jogam contra o rebaixamento, porque são dois dos piores times desse campeonato. Mas, o Coxa, em números, consegue ser pior.

Afundado por seu presidente Samir Namur na maior crise da sua história, passa definitivamente a ser tratado como um doente: um dia de cada vez, um jogo de cada vez.

A improvisação de Pachequinho como treinador, por duas semanas, prova o nível de irresponsabilidade da sua diretoria. Não por ser Pachequinho, mas por ser uma ação para ocupar o tempo, portanto, sem compromisso.

Ilude-se o coxa-branca que imaginar que uma vitória irá devolverá a esperança de salvação. Uma vitória, que é até possível diante da fragilidade do Botafogo, irá aumentar o tamanho da mentira de Namur.

Participe da conversa!
0

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.