É fato notório de que o Paraná terceirizou o futebol para a FDA Sports, que até agora não se conhece a cara do seu dono. O que não se sabia é o fato de que a empresa chegou à Vila Capanema, indicada pelo treinador Maurílio.

Pela lógica, Maurílio terá que escalar os jogadores que interessam para a FDA que, podem não ser, necessariamente, os que interessam para o Paraná. Por um raciocínio lógico, é possível afirmar que Maurílio, coloca-se, na condição de sócio oculto da FDA. Constitui-se o que o direito societário chama de sociedade em conta de participação.

E talvez também por isso porque a FDA não vai querer demitir um “sócio”, o Paraná está aumentando a sua cotação de não jogar nenhuma divisão nacional em 2022.

Participe da conversa!
0