Seria soberba afirmar que a bolinha do sorteio da Copa do Brasil foi generosa com Athletico. Bem que poderia escolher o Fortaleza, o Atléico-GO ou América-MG, mas para antecipar emoções escolheu o Flamengo.

O problema é do Flamengo. Para ir em frente terá primeiro que superar alguns traumas. Como os 3 a 0, no Maracanã, em noite que eternizou Nikão na história do Athletico.

No poema de Fernando Pessoa, o Furacão lhe seria “um desassossego sempre crescente e sempre igual”.

Athletico x Flamengo será a disputa mais relevante da próxima fase da Copa do Brasil.

Participe da conversa!
0