Baixada, Brasileirão: Athletico 0x0 Internacional. Nada que surpreenda. No caso, por ser um jogo de iguais, qualquer resultado fora o empate seria exceção. E nem mesmo a ausência de gols surpreendeu.

Os treinadores Felipão e Mano Menezes, rivais da escola gaúcha, colocaram uma boa dose de vaidade pessoal na ordem de jogo. Primeiro não queriam perder. Daí ter sido um jogo mais marcado e pegado, remetendo a técnica para o segundo plano.

Explica-se, então, a razão de que durante os 90 minutos de jogo, ocorreram apenas duas jogadas das quais poderiam ter sido marcados gols: aos 43 minutos da etapa inicial, o goleiro Daniel salvou o Inter em finalização de Canobbio; e, aos 49 minutos da etapa final, ao enfrentar David cara a cara na pequena área, Bento fez uma defesa em dois tempos. Na segunda intervenção, jogou o corpo para trás, alcançando a bola no ar. Uma defesa só possível para os eleitos, só comum aos extraordinários.

Vitinho precisa urgente jogar. Com Cuello qualquer paciência se esgota na segunda bola.

Elogios ao Furacão Live. Agora tem um áudio equilibrado, de narração e comentários que não contrariam a imagem.  Não é qualquer canal de clube que tem a qualidade dos comentários de Cristian Toledo.

Participe da conversa!
0