Velloso e Ivo Wortmann decidiram o clássico de hoje à noite, na Vila Capanema.

Velloso pela personalidade de ir para o banco mesmo com um dia de trabalho. Deu um exemplo de dedicação aos jogadores ao entrar numa fria – o mínimo que se espera de quem está iniciando na profissão. Recebeu em troca a melhor apresentação do Tricolor no ano. Bem armado na defesa, rápido e eficiente no ataque.

Ivo decidiu o jogo pela invenção na escalação do Coritiba. Se era para colocar o Cleiton pela lateral-direita, que não tirasse o Márcio Gabriel. E essa história de o Pedro Ken não querer jogar pela ala? Nem por um mísero jogo? Ou o Pedro Ken está com o rei na barriga, ou o Ivo não tem comando sobre todos os jogadores.

Cliques do clássico

Daniel Castellano/ Gazeta do Povo

Autor do primeiro gol paranista, o capitão Luís Henrique mostra autoridade contra o baixinho Marcos Aurélio.

Daniel Castellano/ Gazeta do Povo
Hedeson Alves/ Gazeta do Povo

Hugo posando de craque ao marcar o gol de empate do Coxa: muita marra e pouca bola.

Hedeson Alves/ Gazeta do Povo

Alívio: mais frágil zagueiro tricolor, João Paulo festeja o gol da Lenílson.

Hedeson Alves/ Gazeta do Povo

Menos de 6 mil pessoas pagaram ingresso para ver o clássico. Ainda assim, a torcida fez uma bonita festa.

Hedeson Alves/ Gazeta do Povo

Com os olhos de Rodolfo e o bico da chuteira de Luís Henrique, a zaga tricolor afasta o perigo.

Hedeson Alves/ Gazeta do Povo

Velloso vibra com o gol da vitória paranista: treinador confiou em si mesmo ao estrear um dia depois de chegar ao clube.

Hedeson Alves/ Gazeta do Povo

Goleiro para um lado bola para o outro, e Lenílson decide o clássico.

Hedeson Alves/ Gazeta do Povo

Onipresente, Luís Henrique leva a melhor na disputa com Felipe e Hugo.

Hedeson Alves/ Gazeta do Povo

Lenílson faz um passeio de maca no primeiro tempo. No segundo, bola na rede.

Hedeson Alves/ Gazeta do Povo

Ex-companheiros de Coritiba no título da Série B-2007, Pedro Ken e Fabinho foram personagens importantes do jogo: o primeiro, avesso a jogar de ala, acabou arrumando um problema no esquema de Ivo; o segundo, foi expulso após dar uma entrada violenta em Leandro Donizete.

Daniel Castellano/ Gazeta do Povo

Único atacante paranista, Wellington Silva também mostrou serviço como marcador – Vicente que o diga.

Hedeson Alves/ Gazeta do Povo

Héber em um momento juiz de boxe, apartando a discussão entre Lenílson e Douglas Silva.

Hedeson Alves/ Gazeta do Povo

A bola deve ter dado risada por dentro ao ver a dificuldade de Vicente e Carlinhos Paraíba em dominá-la.

Arquibancada virtual no Twitter

Últimos posts
Um T de vitória

A fábrica tricolor de goleiros também falha

A imagem do dia

Antes tarde do que nunca

GGzão

Participe da conversa!
0