A torcida do Criciúma protagonizou a cena mais lamentável do futebol neste fim de semana. Sem nenhuma noção do limite que separa a agressão da rivalidade sadia, alguns fãs do Tigre (sempre bom destacar que são alguns) entoaram um coro ofensivo aos torcedores da Chapecoense. A provocação fazia menção ao acidente aéreo que vitimou 71 pessoas em novembro do ano passado. “Ão, ão, ão, abastece o avião”, gritavam em partida no Heriberto Hülse, casa do Criciúma, partida vencida por 1 a 0 contra a Chape. O fato, no entanto, não é inédito. Recentemente, a torcida do Porto criou uma canção com a mesma temática para atacar o Benfica. O fato fez o clube lusitano pedir desculpas publicamente. A mesma reação teve o Criciúma, que publicou uma nota dizendo que não compactua e repudia a manifestação. Diz ainda que não expressa os princípios do clube.

Participe da conversa!
0