Um torcedor foi expulso do estádio Passo D’Areia, no Rio Grande do Sul, após ofender com xingamentos sexistas a repórter Kelly Costa, do SporTV, durante a partida entre São José e Brasil de Pelotas, válida pela semifinal do Campeonato Gaúcho.

O São José identificou o torcedor. Segundo o clube, ele foi levado no intervalo do jogo pela Brigada Militar  para a delegacia mais próxima do estádio.

A agressão ocorreu justamente em um dia em que mais de 50 jornalistas divulgaram um manifesto para condenar o machismo na cobertura esportiva e pedir mais respeito para as profissionais mulheres que trabalham no meio. Com a campanha #DeixeElaTrabalhar, a intenção é conscientizar para que os assédios acabem, o que ganhou o apoio de vários clubes na internet. Veja o vídeo da campanha abaixo.

 

Outros casos

Só neste ano diversos casos de constrangimentos contra mulheres foram registrados, o que gerou a mobilização. Em um jogo entre Inter e Grêmio, no dia 11, por exemplo, um torcedor colorado agrediu a repórter Renata Medeiros, da Rádio Gaúcha, após xingá-la.

Já no dia 13, a repórter Bruna Dealtry, do Esporte Interativo, foi beijada por um torcedor do Vasco antes do jogo com o Universidade do Chile, pela Libertadores. Após o ocorrido ela protestou nas redes sociais: “Mereço ser respeitada”.

 

Participe da conversa!
0