O Paraná não conta qual o valor do aluguel da Vila Capanema cobrado do Atlético. Mas é possível deduzir que a quantia gira em torno de R$ 100 mil.

O Furacão vai receber o Coritiba, dia 16/10, na casa paranista, pois a Arena estará em fase de montagem do palco para o show de Andrea Bocelli (dia 19).

Aos fatos…

Em 2015, por exemplo, o clube taxou em R$ 80 mil a cessão do estádio para o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná. Os professores usaram as instalações do Durival Britto para a realização de uma assembleia. O custo foi confirmado pelos sindicalistas.

No início deste ano, por causa da troca do gramado da Arena, Mario Celso Petraglia se revoltou com o preço do aluguel. Chegou a criticar publicamente os paranistas. “O PC (Paraná Clube) continua no século 20, com pruridos! A diretoria não aprovou alugar o estádio para o CAP! Eles não precisam de caixa! (rrss)”, escreveu o dirigente do Furacão, no Twitter.

A estimativa, à época, era de exatamente R$ 200 mil, R$ 100 mil/jogo.

Agora, a terceira evidência. Questionado pela Gazeta do Povo sobre quanto iria pagar aos tricolores, o presidente do Atléico, Luiz Sallim Emed foi evazivo. “Não temos por hábito revelar o valor, que foi dentro da nossa necessidade, mas mais do que gostaríamos de pagar“, e deu uma pista genérica: “Mais de R$ 70 mil, mas bem menos de R$ 150 mil.

Dinheiro gasto à parte, o grande prejuízo foi do torcedor.

Participe da conversa!
0