Logo após ser demitido do Coritiba, o técnico Paulo César Carpegiani decidiu falar o que pensa. Sem as amarras contratuais com o clube, detonou a frustrada tentativa de trazer Ronaldinho Gaúcho para o Alto da Glória. O Coxa avaliou publicamente (é bom lembrar) que foi um sucesso de marketing a negociação, mesmo não dando certo.

“Foi uma loucura, um desgaste, você não imagina. Só quero dizer o seguinte: são coisas em futebol que são muito internas e que tem que serem tratadas assim, não deixar vazar. São coisas que mexem com o torcedor e muitas vezes você paga mico. Se pode ser evitado, tem que ser evitado”, destacou para o portal UOL.

Carpegiani foi demitido nesta segunda-feira. O motivo do desligamento foi a péssima apresentação contra o ASA, de Arapiraca, pela Copa do Brasil. O Alviverde foi eliminado em casa para o pequeno time nordestino.

Entrevistado pela rádio Transamérica nesta terça-feira (28), Carpegiani resumiu da seguinte forma a atual situação no Alviverde: “Primeiro, acho uma falta de convicção. Eu não tinha muita vontade da renovação, mas foi insistido e eu acabei renovando” (leia mais)

 

Participe da conversa!
0