A Copa do Brasil será uma ‘mina de ouro’ para os clubes em 2018. O aumento substancial dos valores de premiação transforma o torneio nacional na maior chance de arrecadação das equipes. O reajuste da premiação se deve ao novo contrato de direitos de transmissão, assinado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) com o Grupo Globo.

Todas as fases do mata-mata terão acréscimo no pagamento das cotas. Somente na final, o vencedor vai embolsar R$ 50 milhões, o maior valor entre todas as competições disputadas na América do Sul. Ao todo, o campeão poderá receber até R$ 68,7 milhões pela participação em todas as fases da Copa do Brasil. O Cruzeiro, ganhador em 2017, recebeu cinco vezes menos: R$ 13,3 milhões.

>> TABELA COPA DO BRASIL 2018: confira os jogos, resultados e o chaveamento completo do mata-mata

Os valores influenciam diretamente no planejamento das equipes, que devem priorizar a Copa do Brasil. A disputa será de 30 de janeiro a 17 de outubro.

As cifras do Brasileirão ainda não foram divulgadas, mas a tendência é que não saltem como o mata-mata organizado pela CBF. O atual campeão nacional Corinthians ganhou R$ 18 milhões. Já o Grêmio, campeão da Libertadores, recebeu R$ 24,7 milhões.

Confira abaixo os valores de premiação da Copa do Brasil, fase por fase:

Premiação da Copa do Brasil 2018.

Premiação da Copa do Brasil 2018.

VEJA TAMBÉM:

>> MERCADO DA BOLA: acompanhe o vai e vem de atletas nos principais clubes brasileiros

>> LIBERTADORES: veja como ficaram os grupos e os duelos da fase preliminar

>> COPA SUL-AMERICANA: veja todos os confrontos do mata-mata continental

 

Participe da conversa!
0