O goleiro Leo, que trocou de forma traumática o Paraná pelo Atlético, se manifestou sobre o episódio nas redes sociais. Em uma nota à torcida paranista, o camisa 1 negou que tenha iniciado na semana passada a negociação com o Furacão. A diretoria tricolor insinuou que o jogador tratou da transferência de forma obscura, sem informar seu empregador.

Nesta quarta (19), o presidente paranista Leonardo Oliveira voltou a bater no boleiro (ver vídeo no fim da postagem).

Na mesma carta, com comentários apagados no Instagram, o atleta agradece ao Paraná e a sua torcida. E diz que os tricolores “não deveriam acreditar em tudo que foi dito, sem antes apurar os fatos e saber verdadeiramente o pano de fundo de tudo isso”.

Após a divulgação da notícia, Leo foi atacado ferozmente pelos ex-admiradores. Até mesmo um vídeo em que ele diz estar disposto a cumprir o contrato e até prorrogar foi divulgado para fomentar as ofensas.

Por fim na manifestação do agora atleticano, sem citar seu novo clube, o arqueiro destacou que é um “funcionário, atleta profissional, mas também um ser humano, que tem sonhos”. E fecha dizendo ser um” trabalhador, pai de família que trabalha arduamente todos os dias para levar de forma justa o sustento da minha casa, assim como vocês”

Veja a opinião do presidente do Paraná, Leonardo Oliveira

Participe da conversa!
0