Arquibancada Virtual

Ver mais

O blog responde

    • 19/01/2009 01:48

    Amigos blogueiros, para completar o retorno à normalidade do Arquibancada Virtual, a volta do O blog responde. Como felizmente temos tido muitos comentários (e, melhor ainda, com poucas exceções, sempre em bom nível), vou me deter aos posts da última semana. De qualquer maneira, agradeço a todos que passaram por aqui entre o fim de ano e os primeiros dias de janeiro. Avante…

    Antes, aliás, um rescaldo necessário do fim de ano. Peço desculpas ao Eduel, com quem fui rude no último O blog responde, por ter tomado como se fosse para mim um comentário feito para outro blogueiro. Desculpe, Eduel.

    E também gostaria de fazer uma saudação especial ao Isler, leitor assíduo do blog, ao meu grande amigo Daniel Choma, que vibrou com o post dos vídeos do Paraná da semana retrasada, e às moças que visitam o blog e bem que poderiam comentar algo além dos boleiros com pouca roupa no Para animar o sabadão.

    Los, direto da Califa, pergunta o que eu achei do escanteio ensaiado do Manchester United contra o Chelsea (aquele que um jogador chega, dá um totó na bola, sai andando e vem outro para dominá-la e partir para o gol). Acho uma boa arma, que logicamente não pode ser usada sempre, pois qualquer zaga atenta acaba com a brincadeira rapidinho. Porém, acho que poucos juizes terão a sensibilidade de notar a sutileza desse lance – vide o bandeira lá da Inglaterra.

    Augusto Pires diz que eu chupinhei a comparação do Kléberson com o Cristiano Ronaldo da ESPN Brasil. Augusto, sou fã da ESPN Brasil, vejo muito o canal, mas infelizmente não assisti a esse comentário. Se tivesse visto, citaria a fonte sem problema algum, como sempre faço aqui no blog.

    Celso Ross pergunta marotamente se eu não tive a intenção de diminuir a performance do Marcinho no Brasileiro-2005, ao dizer que ele não foi vice-artilheiro, como chegou a ser noticiado. Celso, meu trabalho é ir atrás da informação precisa e foi isso que fiz. Os 18 gols de Marcinho são uma marca expressiva por si só, não precisam ser infladas por desinformação de quem ouviu dizer que ele foi vice-artilheiro e simplesmente reproduziu sem pesquisar.

    Luiz Felipe vê incompatibilidade entre a pesquisa das torcidas e o meu comentário sobre o Timãozinho da Quinta Comarca. Luiz, não vejo incompatibilidade alguma. A pesquisa é um retrato atual do nosso futebol. A partir dela, você pode ou fazer algo para mudar a realidade ou ser oportunista e tirar proveito dela. Joel preferiu o segundo caminho e foi isso que eu critiquei.

    Jairo Melo diz que o Paranavaí também tem muita história para contar, tanto quanto Londrina ou Rio Branco.

    Eduardo Lisboa pergunta se, caso vire Corinthians Paranaense, o Jotinha não teria de voltar às divisões inferiores do nosso futebol. Nesse caso não, Edu, pois muda apenas o nome fantasia; o CNPJ continua o mesmo.

    Thiago de Araújo, bravo repórter da Gazeta Online, pergunta se não ter laterais bons de apoio não é um tiro no pé hoje em dia, diz que apostar nos irregulares Paraíba e Marlos é arriscado e informa que o Atlético queria Bambam e Bismarck do Fortaleza, naquela parceria que permite ao Furacão buscar algumas revelações lá no Leão do Pici. Olha, Thiago, pelo que vi no sábado, Márcio Gabriel e Vicente podem ser boas opções para quando Paraíba e Marlos estiverem apagados. Mas para isso o Ivo precisa montar um esquema que libere os dois.

    Guilherme critica a veiculação (aqui pela Gazeta inclusive) de declarações como a do Maurício, zagueiro hoje no Palmeiras, de que o Keirrison estava treinando separado e louco para ir para o Palmeiras. Guilherme, nesse caso específico, as declarações do Maurício são tão estapafúrdias que acabam pedindo para ser publicadas. Afinal, elas iam contra todas as entrevistas do Keirrison e também contra os fatos, pois o K9 treinava com todo mundo. Além disso, não dá para esquecer da conturbada saída do Maurício para o Palmeiras, quem esteve envolvido nisso… Enfim, não fica difícil notar quem instruiu o becão a fazer esse papel ridículo. Fora isso, o Guilherme fez ótimas considerações sobre como e por que nós, paranaenses (imprensa, torcedores e tudo mais) devemos valorizar nossas coisas. Vale a pena ler e refletir a respeito.

    Top 5

    Timãozinho da quinta comarca – 2.190 acessos

    Keirrison, Coxa e Palmeiras – 1.914 acessos

    Primeiras impressões do Coxa em 2009 – 1.804 acessos

    Dupla Atletiba aposta em bons jogadores em baixa – 1.207 acessos

    Para animar o sabadão – 854 acessos

    Participe da conversa!
    0

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.