O lateral-direito Igor criou uma confusão envolvendo o Paraná Clube. Após o empate com a Chapecoense, passou a circular um áudio enviado por WhatsApp em que o jogador faz críticas  ao executivo de futebol do clube, Rodrigo Pastana, e afirma ainda que o clube deve ao elenco dois meses de salários. Em entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta-feira (7), o paranista se explicou, negou os atrasos nos pagamentos e disse que estava “de cabeça quente”.

Ouça o áudio de Igor, do Paraná Clube

Diante da imprensa, no Ninho da Gralha, Igor se justificou: “Sim, saiu esse áudio, logo após o jogo, conversei com o Guilherme, que é conselheiro do clube, que ajuda a gente aqui com imobiliária, pegar apartamento, realmente estava de cabeça quente, falei algumas partes que não poderia falar. Mas me acertei com o grupo e a diretoria, pedi desculpas”.

Veja o vídeo da resposta de Igor, do Paraná Clube

Questionado diretamente se há ou não atraso de salários, o atleta respondeu: “No áudio eu falo, mas estava de cabeça quente, mas não tem (atraso de salário)”. A reportagem apurou que o direito de imagem (título que é parte do salário dos atletas) chegou a ficar atrasado 15 dias, mas que já foi acertado com o elenco.

O Paraná Clube é o lanterna do Brasileirão, com apenas 16 pontos em 23 partidas. No próximo domingo (9), enfrenta o Santos, às 19 horas, na Vila Capanema. 

Participe da conversa!
0