Um dos times de maior sucesso na temporada, o Grêmio inovou no jogo sujo da espionagem para levar vantagem sobre os adversários.

Apuração da ESPN mostra que o clube gaúcho usou drones para filmar e fotografar treinos fechados dos rivais, a exemplo do Lanús, seu adversário nesta quarta-feira (22) pela final da Copa Libertadores.

Com o auxílio do drone e até câmeras escondidas em árvores, a equipe de Renato Gaúcho garantia o acesso a escalações, jogadas e esquemas táticos dos adversários. A artimanha funcionou durante toda a temporada.

A estratégia veio à tona graças ao trabalho jornalístico da ESPN. Segundo o portal da emissora, a reportagem passou os últimos cinco meses monitorando os passos da pessoa contratada pelo Grêmio para espionar os oponentes. O flagra, com vídeo, ocorreu justamente às vésperas da decisão, com o invasor filmando o trabalho do Lanús.

Ainda conforme a ESPN,  o Botafogo, antes de confronto pela Libertadores, teve todas as suas jogadas ensaiadas monitoradas pela equipe de Renato Gaúcho.

A reportagem completa com as ações do espião vai ao ar no Bate-Bola Na Veia, a partir das 18h.

Participe da conversa!
0