Galvão Bueno mostrou-se incomodado com as críticas e ofensas dirigidas a ele em tempos de ódio nas redes sociais. O narrador da Rede Globo fez um longo desabafo nesta segunda-feira (3) durante a apresentação do programa Bem, Amigos, no SporTV. A voz mais famosa do futebol brasileiro disse que só aguenta por estar ‘cascudo’.

“Eu sou tão agredido que estou cascudo, é tanta mentira que se escreve a meu respeito. É claro que escrevem muita verdade, recebo elogios, recebo críticas e nós criticamos. Se querem me criticar, que critiquem à vontade, mas sem mentiras, notícias falsas ou meias verdades. Será que existe alguma forma de coibir isso?”, cobrou.

Leia >> Galvão Bueno revela sentir ‘vergonha’ de narração mais famosa

Galvão também lamentou a covardia do anonimato: “É muito difícil manter a frieza e o controle de não responder. Eu mesmo, quando respondo, tento manter a educação acima de tudo, a educação que recebi de meus pais, que passei para meus filhos e que ajudo a passar aos meus netos, mas é muito difícil. Tem aqueles que nem o rosto mostram. Se escondem atrás do anonimato”, seguiu.

O narrador da Globo garante ter frieza. “É melhor não responder. Acaba sobrando para quem tem seu nome como patrimônio. É uma discussão covarde, desigual. Pessoas que colocam notícias mentirosas, o que é uma violência, têm que ser localizadas, processadas e presas”, completou Galvão Bueno.

Participe da conversa!
0