Liga Mundial de Vôlei na Arena da Baixada: erro ou acerto do Atlético?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

A discussão é acirrada entre atleticanos: valeu a pena abrir mão do mando de campo nas oitavas da Libertadores para abrigar a Liga Mundial de Vôlei 2017?

Alguns torcedores do Atlético entendem a gestão Petraglia-Sallim. O evento internacional, na Arena da Baixada, é uma importante fonte de receita para o clube, traz prestígio, reforça o viés multiuso do estádio, ainda ocioso. Além disso, foi confirmada em Curitiba no início de março, com tratativas desde meados de 2016, muito antes de o Furacão saber que iria jogar contra o Santos (5/7).

Liga Mundial de vôlei: ingressos, jogos e informações da fase final

Outros tantos estão na frente oposta. Rubro-negros que não aceitam o futebol ficar em segundo plano no momento mais importante do time na temporada. Fãs contestam, inclusive, as vantagens financeiras: elas podem ser recuperadas no gramado, com a classificação às quartas do torneio continental (prêmio de US$ 950 mil  – cerca de R$ 3 milhões). Jamais a diretoria deveria correr esse risco, além de ouvir um indesejável ‘não’ do rival Coritiba. Os frutos no campo do marketing são subjetivos e reforçam a tese da precipitação.

Deve haver outros tantos argumentos pró ou contra a cessão do Joaquim Américo para a Federação Internacional de Vôlei, organizadora da Liga. Mas o fato é que a estrutura móvel para abrigar a disputa já está toda empilhada no estádio. A Areninha, palco principal, dentro do gramado, começará a ser montada na segunda-feira (26), com as cores vermelhas, as mesmas do antigo Caldeirão pré-Copa, escolha que parece provocação e vai causar nostalgia.

Ninguém, salvo os mandatários do Atlético, sabe quanto vai render para os cofres do Furacão esse importante momento. Por enquanto, precipitado dizer quanto vai perder também. Importante é achar uma saída rápida e próxima aos sócios para só depois fazer o balanço final.

 

Veja fotos da estrutura para abrigar a Liga Mundial de Vôlei 2017 na Arena

Arena

Fotos de Jonathan Campos/Gazeta do Povo

E veja como deve ficar a Areninha

Participe da conversa!
0